neo concepts
Contos Eróticos da vida real
atreva-se a publicar o seu e surpreenda-se com o feedback (agora 100% abertos)
  

Conhece um conto erótico digno de ser partilhado?


O Seu Nome* : O Seu Email* :   * Deseja Receber Notificação? :
* O SEU EMAIL NUNCA será divulgado ao público. Serve apenas para você receber as notificações do seu conto.

Obrigatório: Qual o título deste conto:  

Palavra Chave/TAG 1:    escreva 4 palavras/tags que definam o seu conto,
Palavra Chave/TAG 2:    o seu conto ficará associado a estas palavras chave.
Palavra Chave/TAG 3:   
Palavra Chave/TAG 4:   

Associar uma Imagem:    Opcional. Pode associar uma imagem ou foto ao seu conto. Imagens de Sexo explícito são proibidas.
Categoria Temática:

Descreva pormenorizadamente o seu conto erótico.
Anti-spam* (ESCREVA APENAS OS 3 SÍMBOLOS A PRETO):      captcha image   




VADIA DO BAIRRO



Divirta-se no Bate-papo do Eu Confesso. Entre por aqui.



Mais Vídeos Gratuitos? Veja aqui:

Este conto foi lido 14565 vezes.
Depois de ler este conto, porque não uma visitinha a estes desabafos Sexys:

Confissão: Quero um novinho para dominar.
Confesso que sou muito afim de ter um gay novinho como submisso. Para que eu possa foder e dar leit...

Publicado em 20 January 2018 | 12:01 pm
Confissão: Já comi mi há sogra
Namoro a uns 8 anos e minha sogra sempre foi gente boa, muito bonita e uma bunda gostosa demais, com...

Publicado em 19 January 2018 | 11:28 am


E agora... O conto de vanessa :

Sempre fui exibicionista principalmente por ser caçula de quatro irmãos e sendo a única menina tinha todo mimo e cuidado de meus pais e irmãos e assim por ser safadinha aproveitava para deixar minha calcinha a mostra assim meio que sem querer fingindo inocência me deliciando ao ver os marmanjos babarem em meu corpinho que mesmo em formação fazia a homarada babar querendo ter algo comigo.
Quando completei doze anos arrumei um namorado serio e para tristeza dos moleques parei de ficar com um ou com outro mesmo com eles não tentando nada. Nesta época morávamos em um bairro que atualmente recebeu o titulo de bairro ecológico num projeto pioneiro e este fica numa ilha na mata do parque florestal do estado e por conhecer bem o local costumávamos passear pelas trilhas da mata e agora com meus irmãos trabalhando mamãe me proibiu de andar por ali com medo de ser atacada ou até coisa pior. Estudava de manha ficando a tarde toda a toa em casa e assim passava o tempo todo na laje de geralmente de shorts socado deixando a polpa da bunda a mostra fazendo a alegria da rapaziada que geralmente ficavam dentro da mata próximo ao muro de casa onde se deliciavam comigo e em uma tarde que estava com o tesão a flor da pele uns meninos que já tinham ficado comigo começaram a falar besteirinhas para mim e um deles que adorava alisar meus seios e este tinha deixado alisar minha boceta por cima da calcinha uma vez. Por ser um gatinho pediu que tirasse o short e por já estar dominada pelo tesão corri para dentro tirei o short enrolei me numa toalha e sai com eles fazendo um grande alvoroço e por insistirem muito deixei a toalha cair desfilando para eles somente de calcinha deixando eles e ficando louquinha vendo alguns deles batendo punheta na maior cara de pau em homenagem ao meu corpinho lindo e delicioso e tomado por um prazer irracional subi no muro pendurando numa barra de ferro e ao esticar o corpo ficando quase ao alcance dos meninos quase desmaiei caindo dali, por sorte para dentro do meu quintal sentindo meu primeiro orgasmo na vida e mesmo com o corpo dolorido pela queda sentia a boceta marejando líquidos que escorriam pelas minhas pernas e ao levantar tirei a calcinha jogando para eles indo a seguir para o banheiro com mamãe chegando em seguida e por pouco não me deu um fragrante.
Minha rotina era estudar pela manha me exibir a tarde e a noite deixar meu namoradinho se deliciar em meu corpo alisando minha boceta chupando meus seios e quando tentava segurar em seu pênis ele recusava acho que com medo dos meus irmãos e isso me deixava cada dia mais tarada com o tesão acumulando dando me a certeza de não conseguir segurar por muito tempo pedindo a deus que me ajudasse a não fazer nenhuma besteira porque quando fico excitada chego ao extremo não medindo as conseqüências de meus atos principalmente porque tencionava sair escondida para passear na mata.
Naqueles dias titio bateu o carro onde titia quebrou a perna e para meu desespero ela veio passar uns tempos em nossa trazendo junto sua cachorra que é vira lata porem seu porte assusta qualquer um e assim além de cuidar de titia tinha que cuidar também daquela cadela que era muito dócil e mansinha.
Certa tarde estava tomando lanche enquanto titia dormia após tomar banho e remédio sua cadela veio petigorar o que estava comendo e assim dei um pedaço de bolo com ela lambendo junto minha mão e isso me deu uma idéia chegando a sentir a boceta piscar e assim tirei a calcinha passei pasta de amendoim na boceta oferecendo para a cadela que veio lamber também minha boceta quase me matando de prazer e assim enchia a boceta com a pasta onde ela enfiando a língua e a ponta do focinho para recolher todo o creme e isso me rendia gozadas avassaladoras e assim tinha espasmos de gozo onde continuava gozando por minutos mesmo com ela saindo de mim.
Teve uma vez que titia pediu que levasse a cachorra para passear um pouco na rua com ela sentada na área de casa e assim coloquei um vestidinho casual e sai com a cadela andando até a avenida acima de nossa casa tencionando dar a volta e para isso tinha que entrar na trilha para sair na rua acima de casa e por estar com aquela cadela ninguém se atreveria a mexer comigo, ledo engano porque ao passar pela turminha de moleque na trilha atrás de minha casa eles me seguiram falando besteirinhas enquanto mostravam o pinto para mim que com o cu na mão apesar de extremamente excitada queria sair dali o mais rápido possível e para isso sai da trilha tencionando cortar caminho e neste momento morri com um deles segurando me pelo braço e quando olhei para a cadela tencionando pedir socorro ela era acariciada por dois dos moleques enquanto outros quatros me agarravam puxando me pelos cabelos enquanto tinha minhas roupas arrancadas de mim com eles rasgando meu sutiã e calcinha e forrando o vestido fazendo me deitar com um deles dando o pênis para chupar enquanto outro por ser mais forte que os outros se posicionava no meio de minhas pernas vestido somente de camiseta sem importar com meu apelo ficando doidinho quando avisei que era virgem e com eles rindo e quando senti a glande encostar em meus lábios vaginais deu um grito levando um forte tapa na cara com o moleque ameaçando a espancar me se gritasse novamente dando me outro tapa mandando me abrir a boca para abafar meu choro com seu pênis atolado em minha boca que enquanto beliscava meus seios socava fundo em minha boca quase me matando afogada comigo gritando abafado ao sentir o pênis ir fundo em minha boceta com o moleque ficando quietinho dentro de mim para de repente socar fundo e rápido fazendo me quase morrer de tanta dor e quando o moleque encheu minha boceta de porra os outros praticamente arrancaram ele de mim me colocando de pé onde outro me agarrou por trás obrigando a arquear o corpo enquanto meteu fundo em minha boceta que apesar de ardida senti um prazer iminente enquanto outro a minha frente me obrigou a mamar em seu pênis e quando parava para tomar fôlego ele metia tapas em minhas costas cara e bunda enquanto os moleques revezavam metendo cada vez um em minha boceta com um deles dando fortes tapas em minha bunda o ver me molhada me xingando de puta vaca galinha fazendo me chorar muito de dor e muito mais de prazer e quando um deles tiraram eles de mim me abraçando de frente fazendo me sentar em suas pernas arqueadas para meter fundo em minha boceta e quando estava todo dentro de mim me levantou fazendo me entrelaçar as pernas em sua cintura e mesmo não querendo dar o gostinho para eles foi impossível conter os gemidos com ele me esculachando e segurando em minhas nádegas me abriu toda mandando outro moleque meter em meu cu e vendo ele se posicionando atrás de mim gritei que não com outro puxando meus cabelos dando vários tapas em minha cara e socos em minha costela mandou me calar porque era putinha e era assim que eles tratavam as putinhas e quando o cavalo invadiu meu cu a seco não consegui segurar os gritos não importando com os socos tapas e chutes que davam em mim que cheguei a desmaiar.
Não sei o quanto fiquei ali acordando tempos depois sozinha suja e doida com a cadela tentando lamber meu cu e mesmo com o corpo dolorido o cu em brasa abri as pernas chorando copiosamente vendo minha boceta suja de sangue e porra enquanto a cadela me lambia, no começo até doeu porem com a insistência dela foi ficando gostoso e quando sentia ela intensificando as linguadas em minha boceta e cu deixando me limpa estremeci em gozadas avassaladoras chegando a ficar extasiada de tanto prazer e com muita dificuldade levantei indo até uma bica de água me lavando e quando cheguei em casa titia ficou muito preocupada porem corri para o banheiro afirmando ter caído no barranco e após tomar um bom banho onde bati uma siririca lembrando o ocorrido e quando voltei para a sala titia ajudou me a fazer curativo ficando desconfiada ao me ver ter dificuldade para sentar e assim desde então sou cadela daqueles meninos que muitas das vezes invadem minha casa quando estou sozinha para judiar de mim enquanto me comem deixando me cada vez mais puta e galinha nas mãos deles.
Hoje com vinte e um aninhos casada com um homem maravilhoso assim que ele sai para trabalhar vem um dos meus amigos me comerem gostoso em nossa cama e poucos são os machos do bairro onde moro que ainda não meteram em mim.
Beijos
Vanessavadia, mais conhecida como ‘vv’



#8940 Comentários - 01-10-2014 - 09:52 PM por vanessa - Sadomasoquismo - Confirmo, É EXCITANTE (30) - Nota negativa! (11)
Remover dos Favoritos
Enviar a um Amigo
Este conto já foi visto antes

Contamos com a sua decisão. Você leu a totalidade deste conto? Gostou? Não?

Agradecemos que faça a sua votação. Clique num dos links em cima.
Clique em "Confirmo, É EXCITANTE" se gostou do conto ou clique em "Nota negativa" se não gostou. por favor faça-o em consciência. Obrigado pela sua participação.

Comentários dos usuários:

Nota: O site Contos Eróticos (contoseroticos.mundopt.com) não se identifica com os comentários aqui publicados. Os comentários são da inteira responsabilidade dos seus autores e podem ser removidos sem aviso prévio. Se você encontrar aqui algum comentário que considere que ultrapassou todos os limites, por favor clique no link "Relatar" para o reportar à administração. Obrigado.