neo concepts
Contos Eróticos da vida real
atreva-se a publicar o seu e surpreenda-se com o feedback (agora 100% abertos)
  

Conhece um conto erótico digno de ser partilhado?


O Seu Nome* : O Seu Email* :   * Deseja Receber Notificação? :
* O SEU EMAIL NUNCA será divulgado ao público. Serve apenas para você receber as notificações do seu conto.

Obrigatório: Qual o título deste conto:  

Palavra Chave/TAG 1:    escreva 4 palavras/tags que definam o seu conto,
Palavra Chave/TAG 2:    o seu conto ficará associado a estas palavras chave.
Palavra Chave/TAG 3:   
Palavra Chave/TAG 4:   

Associar uma Imagem:    Opcional. Pode associar uma imagem ou foto ao seu conto. Imagens de Sexo explícito são proibidas.
Categoria Temática:

Descreva pormenorizadamente o seu conto erótico.
Anti-spam* (ESCREVA APENAS OS 3 SÍMBOLOS A PRETO):      captcha image   




Amor proibido tia e sobrinho



Divirta-se no Bate-papo do Eu Confesso. Entre por aqui.



Mais Vídeos Gratuitos? Veja aqui:

Este conto foi lido 1541 vezes.
Depois de ler este conto, porque não uma visitinha a estes desabafos Sexys:

Confissão: Atração por travestir
Bom eu tenho uma tara muito grande por trans minha esposa nem imagina às vezes fico vendo sites aond...

Publicado em 5 February 2018 | 7:13 am
Confissão: Tentação demais pra mim
existe um cara com o qual tenho uma atraçao inevitavel. Ele é muito gato, olhos verdes, cabelo lindo...

Publicado em 5 February 2018 | 6:48 am


E agora... O conto de Sobrinho :

Essa é uma história de amor, um romance proibido entre um homem e uma mulher, não pela diferença de idade,
mas por serem da mesma família, mais precisamente tia e sobrinho.
Irene, uma mulher de 52 anos, viúva, morava sozinha. William, seu sobrinho querido, filho de
sua irmã mais nova, um rapaz tímido, e até então virgem.
Tudo começou quando William teve que passar um dias na casa de sua tia, estava semana do seu aniversário.
e ele estava a procura de emprego, pois estava perto do final do ano e ele começaria a faculdade no próximo semestre, e
como sua tia mora perto do centro da cidade, com muito mais oportunidades de trabalho, seria mais fácil.

Irene sempre foi uma tia carinhosa e se preocupava com o futuro do seu sobrinho, pois ele era o único filho de sua irmã
mais nova e sua era filha já era casada. Ela queria ajudá-lo no que fosse possível. Ela sabia que ele era virgem e que
na faculdade, e isso o atrapalharia o seu desempenho nos estudos, pois ele sempre foi tímido e tinha dificuldades
de se aproximar de alguma menina para namorar.

Era sábado a noite, por volta das 23:00, William sempre que passava uns dias na casa de sua tia, jogava bola com os amigos
a noite, mas aquela noite era chuvosa, preferiu ficar em casa, mas não sabia que essa noite mudaria pra sempre a sua vida.
Após chegar em casa e tomar um banho e jantar, sentou-se no sofá para descansar e assistir a um filme. Sua tia veio até a sala
para lhe fazer compania. Eles sempre conversavam, pois ela era como uma segunda mãe para ele, e um filho que ela nunca teve.
Depois de muito assunto, e ela com um olhar meio diferente, perguntou o que ele queria ganhar de aniversário. William sempre
teve um tesão pela sua tia, um desejo ardente que ele guardava em segredo, pois nunca teria chance, ela era a sua tia,
e que nunca iria dar para ele, pois ela o respeitava como sobrinho, um sonho impossível acontecer pensava ele.
Sempre que se masturbava pensava nela, ele tinha uma tara por coroas, principalmente por sua tia, era um desejo proibido,
desejar a própria tia, a irmã de sua mãe, ele imaginava as suas fantasias eróticas, fazer sexo com ela, esse era o seu sonho.
Ele meio \"vermelho\" respondeu que ela já era um presente para ele.

Irene de repente senta em seu colo, e diz para ele que ela iria dar um presente, que iria lembrar por toda a vida,
mas isso seria segredo entre os dois. Ela estava de camisola, e sentia o membro do seu sobrinho duro entre as suas pernas.
Sem pensar muito, ela lhe deu um beijo caloroso, enquanto as mãos dele passeavam sobre o seu corpo. Ela se inclina para trás,
revelando os seus fartos e volumosos seios, a cena mais linda que William já viu na vida e sem pensar duas vezes, ele
abocanha o peito direito, depois o esquerdo e subindo, chegando ao pescoço e novamente a boca de sua tia.
Era a vez dela de chupar, descendo devagarinho, se ajoelha e tira o short fino, que por baixo estava a cueca, onde
em vão conseguia esconder aquele mastro, que mal cabia ali dentro. Depois de deixar ele totalmente pelado, o pênis de
seu sobrinho era grande, com uma cabeçona, que mais parecia uma maçã. Ela não perdeu tempo e colocou aquela \"fruta\" na boca,
e fez um boquete inesquecível, enquanto ele a olhava nos olhos, como se fosse para ter certeza de que aquele momento era real.
Era lindo ver sua tia chupando o seu pau, ela fazia com o maior carinho, nem parecia aquela tia que ele sempre conheceu.
Os dois se levantaram e ela a jogou na cama, se beijaram novamente, era um momento íntimo entre tia e sobrinho, os dois
se entregaram as suas paixões, foram ao extremo, ultrapassaram a última barreira do amor: O SEXO!

Como era a primeira vez de William, ele estava muito nervoso, mas o desejo falava mais alto, e levantando-se, pegou a calcinha
de sua tia com as duas mãos, jogando-o para longe, o último impecilho, como se nunca mais quisesse ver aquela peça de roupa novamente.
Estava abrindo \"a caixa de pandora\" onde iria liberar todos os seus sonhos e desejos sexuais, não se importando com as consequências.
Ela com a sua mão esquerda, tampando a sua boceta, numa tentativa de causar mais curiosidade no seu sobrinho, como um presente
embrulhado, pronto para ser aberto. Ele pegou a mão macia de sua tia, como desembrulhando aquele presente, que era só dele.
Começou a fazer carinho amaciando aquela carne, fazendo depois uma siririca, colocando a sua boca naqueles lábios,
beijando e chupando como se fosse uma segunda boca, isso era o que aquela mulher merecia, fazendo-a ter um orgasmo.
Ainda faltava a penetração, era um caminho sem volta, isso romperia todas as barreiras, ela era a sua própria tia, era INCESTO!!!
Com o seu membro ereto, de frente pra buceta da sua tia, apontando para o pecado que estavam prestes a cometer, esfregando o seu pinto,
fazendo carinho, pronto pra se abrigar no ninho, batendo naquela porta querendo entrar. Não havia mais barreiras, entrando devagar,
sem pedir licença, ele estava dentro. A buceta da sua tia era apertada e quente, recheada de amor, como só uma tia pode proporcionar.


Era um momento único, por uma noite eles esqueceram que eram tia e sobrinho e se entregaram as suas paixões e desejos,
ele parecia que queria entrar dentro dela, e ela como se fosse deixar ele pra sempre dentro dela. Cada centímetro de seus corpos
demonstravam amor um pelo outro, cada gota de suor era como uma cobertura de paixão e o cheiro que emanavam era de desejo,
poder fazer sexo com uma mulher mais velha, ainda mais com sua tia é muito melhor, tem mais amor. Ela sentia novamente dentro dela
um desejo que não sentia há anos, ser amada por fora e por dentro, com toda a juventude de seu sobrinho querido.
Eles fizeram sexo, com muito amor e não disseram uma só palavra até o momento, apenas por linguagem corporal,
até que ela disse a ele que o amava. Ele respondeu que a amava também, e que ela era a mulher da vida dele.
O tempo passava e o desejo só aumentava, estavam em erupção, ele não saía de dentro dela,um momento único na vida dos dois,
mas ainda não tinha acabado, e o relógio não conseguia acompanhar o ritimo dos dois, enquanto eles perderam a noção do tempo.

William estava prestes a gozar, mas eles não pensaram em se prevenir, até que Irene perguntou a ele se tinha camisinha.
Mas não precisava, ela era a sua tia, respondeu ele. Ela respondeu novamente dizendo que ela era a sua tia, mas ainda era mulher,
e que poderia engravidar. depois daquelas palavras, então ele disse que queria ter filhos com ela, Irene o olhou com os olhos,
quase fechados de tanto desejo, que queria ser a mãe dos filhos dele. Ele poderia simplesmente tirar e gozar fora, e terminaria
apenas como uma lembrança maravilhosa que tivera com sua tia, a sua primeira vez com uma mulher, aprendido tudo com ela.
Mas a possibilidade de engravidar Irene o deixava ainda mais excitado,ela era a sua tia, irmã da sua mãe. Ele poderia simplesmente
tirar e gozar fora, pois em breve começaria a faculdade, e poderia estragar o seu futuro, mas o desejo falava mais alto,
ele queria mesmo era encher a buceta dela de porra, correr o risco de engravidar a sua própria tia, lembrando em pensamento,
pois tudo o que é proibido é mais gostoso, mas quando é com a sua tia é muito melhor.

Não dava para segurar mais, o membro dele pulsando dentro dela, anunciando a chegada de milhões de espermas,
forçando ainda mais para dentro, despejando com enormes jatos, ejaculou dentro do últero de sua tia. Sem deixar cair para fora,
ejaculou até a última gota. O seu desejo estava realizado, parecia um sonho, que ele não queria acordar. Ficaram um tempo
recuperando o fôlego, ele continuava em cima dela, pareciam grudados, não queriam se soltar. Sem dúvida essa foi a melhor noite
da vida deles, que nunca mais seria a mesma. Irene com todo o leite dentro dela, parecia não estar acreditando no que acabara de fazer,
ela não tomava pílula e não usaram camisinha, realmente ela tinha chances reais de engravidar, mas se sentia realizada como mulher.
William demorou mais para raciocinar, pois essa era a primeira vez dele. Então veio sobre a faculdade, mas realizou o seu sonho,
então não se importava com as consequências, o importante era aproveitar a momento de amor com a sua tia.

Sem deixar ela pensar muito, começou a beijá-la e fazer carinho, fazia um cafuné bem gostoso. Ela ainda pelo efeito do orgasmo,
se levantou e sentou em cima dele Agora era a vez de Irene ficar no comando, começou a cavalgar. Ela parecia fora de si,
subindo e descendo sem parar, com seus peitos pulando, como se estivessem vida própria e saltando de alegria.
Ela estava sem fôlego novamente, então William pega a sua tia pela cintura e vira ela de costas. Não queria que aquela noite acabasse,
Limpou com o lençou o esperma e enfiou na buceta. Com um vai e vem bem gostoso, metia loucamente naquela mulher de quatro
Fazendo muito barulho, adimirando as curvas de Irene, estocando mais forte, como que fosse entrar dentro dela.
Estava prestes a gozar de novo, então ele deita em cima dela com ela ainda de costas para ele e enfia ainda mais forte,
só dava pra ouvir os gemidos dela, como uma boa música para os ouvidos era ela tendo orgasmo.
Era um anúncio de mais espermas que estariam vindo para preenche-la novamente, a bunda dela já estava vermelha de tanta estocada,
foi quando ele ejaculou todo os seus jatos esperma que faltavam dentro do últero da sua tia Irene.
Então exaustos, os dois se viraram um para o outro e se abraçaram. Eles tomaram fôlego e como estavam exaustos, caíram no sono.

Já pela manhã, Irene acorda o seu sobrinho com um boquete bem gostoso na cama, ele ainda ainda tinha um pouco de porra guardada,
então ele acabou gozando na cara de sua tia.
Depois, mais tarde, William teve que voltar para casa. Passando-se alguns dias, sua mãe dá o recado dizendo que sua tia
precisava que ele olhasse o computador dela, mas ele já imagina o que seria, então no fim de semana seguinte ele retorna a casa dela.
Irene confessa que está grávida, e agora não sabe o que fazer.



#10141 Comentários - 05-02-2018 - 09:06 PM por Sobrinho - Incesto - Confirmo, É EXCITANTE (11) - Nota negativa! (0)
Adicionar aos Favoritos
Enviar a um Amigo
Este conto já foi visto antes

Contamos com a sua decisão. Você leu a totalidade deste conto? Gostou? Não?

Agradecemos que faça a sua votação. Clique num dos links em cima.
Clique em "Confirmo, É EXCITANTE" se gostou do conto ou clique em "Nota negativa" se não gostou. por favor faça-o em consciência. Obrigado pela sua participação.

Comentários dos usuários:

Nota: O site Contos Eróticos (contoseroticos.mundopt.com) não se identifica com os comentários aqui publicados. Os comentários são da inteira responsabilidade dos seus autores e podem ser removidos sem aviso prévio. Se você encontrar aqui algum comentário que considere que ultrapassou todos os limites, por favor clique no link "Relatar" para o reportar à administração. Obrigado.