neo concepts
Contos Eróticos da vida real
atreva-se a publicar o seu e surpreenda-se com o feedback (agora 100% abertos)
  

Conhece um conto erótico digno de ser partilhado?


O Seu Nome* : O Seu Email* :   * Deseja Receber Notificação? :
* O SEU EMAIL NUNCA será divulgado ao público. Serve apenas para você receber as notificações do seu conto.

Obrigatório: Qual o título deste conto:  

Palavra Chave/TAG 1:    escreva 4 palavras/tags que definam o seu conto,
Palavra Chave/TAG 2:    o seu conto ficará associado a estas palavras chave.
Palavra Chave/TAG 3:   
Palavra Chave/TAG 4:   

Associar uma Imagem:    Opcional. Pode associar uma imagem ou foto ao seu conto. Imagens de Sexo explícito são proibidas.
Categoria Temática:

Descreva pormenorizadamente o seu conto erótico.
Anti-spam* (ESCREVA APENAS OS 3 SÍMBOLOS A PRETO):      captcha image   




COMO DIZEM, EX É PARA SEMPRE!




Mais Vídeos Gratuitos? Veja aqui:

Este conto foi lido 304 vezes.
Depois de ler este conto, porque não uma visitinha a estes desabafos Sexys:

Confissão: To com a cenoura entalada na bunda
Eu confesso que no feriado passado apos ficar o dia todo no site "eu confesso" e ver relatos de todo...

Publicado em 17 October 2017 | 11:19 am
Confissão: Quero algum macho pra dar de presente uma calcinha pra minha esposa
Ola a todos .somos do RJ e eu fantasio um macho dando de presente uma lingerie sensual a minha esp...

Publicado em 17 October 2017 | 11:06 am


E agora... O conto de beatriz :

Estava apavorada com a cumplicidade e amizade repentina de meu ex naquele churrasco em família na chácara de meus avós porque meu marido parecia não importar com o assedio do novo amigo em mim que ao me encontrar no corredor Fez de tudo para me levar para o quarto e conseguindo resistir mais por medo quando estava quase me desvencilhando me agarrou me prensando na parede sem importar com meus nãos segurou em meus cabelos beijou minha boca quase quebrando minha resistência principalmente quando sua perna entrou no meio das minhas pressionando minha xoxota e suas mãos alisaram minhas costas indo apertar minha bunda apertando minhas nádegas como somente ele sabe fazer e suspendendo me colou mais ainda nossos corpos fazendo aumentar a intensidade do beijo com o volume de seu cacete pressionando minha boceta deixando ela melada fazendo reviver sensações entre elas a saudade de seu corpo por não consegui entender nosso rompimento que até hoje ficou mal resolvido para mim. Estava entregue sentindo sua mão alisando minha bunda e quando puxou minha calcinha fazendo ela enterrar mais na bunda apertando minha boceta gemi abafado sentindo um pequeno orgasmo que me fez beijar ele ternamente quase me deixando arrepender de nossa separação quando rasgou minha saia agarrou minha calcinha e arrancou ela de mim me fazendo lembrar porque nos separamos porem quando fez menção de meter me apavorei sendo inútil tentar fugir o que deu mais tesão nele e apavorada sentia seu cacete cutucando meu útero com meu corpo subindo e descendo naquela tora me deixando louca por não saber se chorava implorava para parar ou gemia gostoso sentindo orgasmos intermináveis me deixando cada vez mais com vontade e agarrada em seu corpo com ele beijando minha boca para conter meus gemidos quando me dei conta ele me sentava na pia do banheiro me fazendo enlouquecer com seu cacete entrando e saindo de minha boceta cada vez mais rápido e fundo ao me ver esticando o corpo quase me afogando de prazer gemendo alto senti ele dando tapas em minha boceta me elogiando de nomes que me dava cada vez mais tesão esguichando longe meu prazer num orgasmos avassalador que me esvaziou a alma. Nem tentei impedir quando me colou de bruços na pia lambeu minha boceta me deixando enojada porque vem me beijar com a boca melada, mas desta vez me lambeu o cu enfiando a língua nele me fazendo arrepiar porque mesmo não gostando de anal com ele por ser muito grande sentia o corpo pedir principalmente quando levantou uma de minhas pernas me deixando bem aperta me fazendo gozar novamente ao sugar meu grelo parecendo arrancar ele de mim e delirando morri quando seu polegar invadiu meu cu me fazendo morder a mão para não gritar tamanho prazer que me proporcionava. Estava sem forças até para pensar sentindo seu cacete castigando minha xoxota melada quando saiu de mim e meteu de uma só vez em meu cu me fazendo gritar alto vendo estrelas com a glande indo socar meu estomago e alucinada apesar da dor incomoda senti ele gozando em minha bunda saindo dali rápido ao ouvi minha mãe tias e primas quase arrombando a porta para querer saber o que estava acontecendo. Foi no mínimo constrangedor quando a galera me encontrou no chuveiro tomando banho com uma escova na mão e enquanto mamãe me dava um esporro perguntando se não tinha homem minha tia riu afirmando me dar uns vibradores de presente falando que o cabo da escova machuca mesmo querendo saber a todo custo se tinha enfiado em meu cuzinho. Horas depois estava na piscina quando ele chegou sorrateiro atraindo a atenção de todos em nos porque parecia saber do acontecido, só o trouxa de meu homem que parecia não saber disso. Olhando-me maliciosamente assim que meu marido foi pegar bebidas a pedido meu ele mergulhou quase emergindo entre minhas pernas me deixando apavorada por me prensar no canto da piscina passando a mão em mim e quando tentou tirar meu biquíni chamei de louco afirmando que jamais me comeria novamente porque amo demais meu marido e me impondo sai dali rindo quando falou que me pegaria novamente nem que fosse preciso comer a bunda de meu marido. Estava impossível manter minha opinião porque seu assedio mexia comigo de tal forma que me fazia tremer desejando demais aquele homem como nunca antes além do mais sempre que nos esbarrávamos ela passava a mão em mim me apertava puxava meu cabelo dava tapas em minha bunda em algumas vezes fazia isso na frente das meninas que me incentivando a dar para ele parecendo saber que havia gemido naquele porrete pela manhã. Estava me trocando quando ele invadiu meu quarto me pegando somente de calcinha querendo rasgar ela ao me agarrar ameaçando me bater caso gritasse quando dei por mim ele estava deitado entre minhas pernas chupando minha boceta me fazendo revirar os olhos em orgasmos intensos como se tivéssemos todo o tempo somente para nos e gozando desesperadamente naquela boca que conhecia tão bem meu corpo fiquei puta da vida quando me abandonou fugindo pela janela ao ouvir alguém chegando se dependesse de mim continuaríamos ali porque assim resolveríamos de vez essa putaria porém tonta de prazer corri para o banheiro puta da vida porque meu ex chupava minha boceta com mais vontade como nunca antes me chupou e quando mamãe e o boizinho entrou fingi sair do banheiro com mame tendo que sair dali porque agarrei meu marido que dando mil desculpas não quis me comer me deixando com mais vontade de pica. Estava subindo pelas paredes parecendo sentir ainda a boca de meu ex em mim lembrando como ele é safado e perverso quase me arrependendo de ter desmanchado nosso noivado não lembrando motivo relevante para isso e desejando seu cacete em minha boceta molhada somente com sua presença ali o pior era saber que ele me comeria e mesmo não querendo sentia a boceta tremer com os seios durinhos chegando a doer com um tesão descomunal porque sabia que só me satisfaria com a pica de meu ex que para mim é a melhor que já experimentei até aquele momento. Na hora que os homens saíram para o futebol fiz de tudo para meu marido ficar comigo e assim que saiu coloquei um vestidinho casual sem nada por baixo e vendo meu atual e ex jogando bola parecendo que se conheciam a tempos me senti a mulher mais feliz do mundo e excitada porque sabia que meu ex estava tramando para me pegar e pelo jeito com anuência de meu marido. Caminhava pela estradinha sentindo ondas elétricas percorrendo o corpo principalmente quando o vento levantava o vestido deixando minha bunda a mostra aumentando minha excitação que chegou ao extremo quando passei na frente daquele barzinho e os marmanjos saíram para me ver chegando a me rodear falando besteirinhas e um tanto decepcionada porque ninguém se atrever mais nada continuei caminhando até chegar na pedreira indo para as pedras no alto do morro de onde se tem plena visão do local. Sentia o sol queimar meu corpo deitada naquela pedra vez ou outra levantava o vestido para a xoxota tomar sol e me preparando para ir embora vi o carro do meu marido parado abaixo próximo ao lago e de espreita desci vendo meu marido dormindo no banco do carona duas primas brincando na beira da água e quando ia me juntar a elas vi meu ex comendo minha tia a alguns metros dali na maior cara de pau como sempre tentou fazer comigo e sem importar com as meninas fazendo um baita escândalo me chamando para entrar na água sai dali puta da vida não me perdoando por estar com ciúmes de meu ex que me alcançou na estradinha me deixando envergonhada ansiosa e um tanto preocupada porque estava nu com seu cacete balançando no ar parecendo fazer festa para mim e quando achei que ia desistir de me convencer a volta me puxou pelo braço me arrastando para um campinho abandonado me jogando deitada no gramado vindo para cima de mim rasgou meu vestido me deixando nua e me agarrando segurou minha cabeça esfregando aquilo em meus lábios e rosto obrigando a chupar afirmando me matar de porrada caso mordesse e quando dei por mim me engasgava com a glande em minha garganta chupando como se fosse a ultima pica do mundo esquecendo o pavor e vergonha de estarmos ali nus podendo ser vistos por quem passasse ali. Delirei quando me largou forrando a grama com o resto de meu vestido me mandando ficar de quatro com a bunda bem arrebitada me fazendo esquecer o medo com chupões em minha boceta fazendo me entrar em parafuso quando metia a língua em meu cu quase me obrigando a pedir que metesse nele. Estava tonta de tanto gozar quando ele me deitou vindo para cima de mim colocando uma de minhas pernas em seu ombro me fez morrer em orgasmos avassaladores com as metidas vigorosas em minha boceta e mesmo já sem forças cheguei a esguichar quando ele socou forte segurando o cacete pressionando minha boceta deixando me senti sua porra enchendo minha boceta me dando sensações como nunca antes quase desfalecendo de prazer quando tirou sua pica ainda ofegante morri de medo e vergonha vendo um senhor e três moleques nos olhando o que deu um prazer descomunal nele que me fez chupar sua pica suja sem importar com meu nojo e antes mesmo que pensasse em algo gozou em minha boca me engasgando chegando a soltar porra pelo nariz. Tossia muito quase vomitando quando um dos meninos puxou meus cabelos e apavorada olhei para meu ex que limpando o cacete com o resto de meu vestido sorriu indo embora dali falando para aqueles tarados que era toda deles que podiam fazer de mim o que quisessem salientando que adora dar o cuzinho. Estava atônita e puta da vida afinal quem ele pensava que eu era sentindo eles se revessando dentro de mim chegando a me machucar enquanto o senhor nos olhava fingindo estar alheio enquanto implorava para me ajudar. Não consegui resistir quando um dos moleques me colocou de quatro tendo que me segurar para não cair para meter a pica em meu cu me dando um prazer diferente e enquanto metia me fez gozar porque apesar de inexperiente sabia muito bem o que fazia e me vendo gozar o senhor mandou que outro desse a pica para mamar me deixando de cu ardendo e boca dormente até gozarem em meu cu e garganta fazendo me engolir grande quantidade de porra. Sentia o corpo arder ouvindo vozes como que longe me despertando vez ou outra quando davam tapa em minha boceta ou beliscavam o bico de meus seios quando tudo ficou maravilhoso com alguém lambendo mordendo e chupando minha boceta como nunca fui chupada na vida e delirando sem forças até para gemer apaguei acordando horas mais tarde em minha cama vestida com um short e camiseta de minha prima, soube depois e até hoje nem me atrevo a perguntar o que aconteceu e quando falo com meu ex ele ri prometendo me contar quando me encontrar no motel e o pior é saber que terei que ir me encontrar com ele porque sou muito curiosa porém prometo que assim que descobri o que aconteceu volta a escrever contando.



#10112 Comentários - 20-09-2017 - 09:13 PM por beatriz - Traição - Confirmo, É EXCITANTE (3) - Nota negativa! (1)
Adicionar aos Favoritos
Enviar a um Amigo
Este conto já foi visto antes

Contamos com a sua decisão. Você leu a totalidade deste conto? Gostou? Não?

Agradecemos que faça a sua votação. Clique num dos links em cima.
Clique em "Confirmo, É EXCITANTE" se gostou do conto ou clique em "Nota negativa" se não gostou. por favor faça-o em consciência. Obrigado pela sua participação.

Comentários dos usuários:

Nota: O site Contos Eróticos (contoseroticos.mundopt.com) não se identifica com os comentários aqui publicados. Os comentários são da inteira responsabilidade dos seus autores e podem ser removidos sem aviso prévio. Se você encontrar aqui algum comentário que considere que ultrapassou todos os limites, por favor clique no link "Relatar" para o reportar à administração. Obrigado.