neo concepts
Contos Eróticos da vida real
atreva-se a publicar o seu e surpreenda-se com o feedback (agora 100% abertos)
  

Conhece um conto erótico digno de ser partilhado?


O Seu Nome* : O Seu Email* :   * Deseja Receber Notificação? :
* O SEU EMAIL NUNCA será divulgado ao público. Serve apenas para você receber as notificações do seu conto.

Obrigatório: Qual o título deste conto:  

Palavra Chave/TAG 1:    escreva 4 palavras/tags que definam o seu conto,
Palavra Chave/TAG 2:    o seu conto ficará associado a estas palavras chave.
Palavra Chave/TAG 3:   
Palavra Chave/TAG 4:   

Associar uma Imagem:    Opcional. Pode associar uma imagem ou foto ao seu conto. Imagens de Sexo explícito são proibidas.
Categoria Temática:

Descreva pormenorizadamente o seu conto erótico.
Anti-spam* (ESCREVA APENAS OS 3 SÍMBOLOS A PRETO):      captcha image   



Dando para os Amigos




Último post na Rede Social para adultos
"Par Compatível 18+". Faça a sua conta. É Grátis:

simao publicou o seguinte:
em Dupla Penetração
Uma dupla de oferta para vc
Este post tem 15 fotos.
Clique na foto para ver o resto deste album.


Este conto foi lido 27027 vezes.
Depois de ler este conto, porque não uma visitinha a estes desabafos Sexys:

Confissão: Minha Mulher e o irmão dela
Eu confesso que desde que uma vez o irmao da minha mulher levou a noite eu e ela ao richinho la no i...

Publicado em 20 April 2014 | 6:31 am
Confissão: saudades dos tempos de crianças
EU CONFESSO QUE CONHECENTOS SITE DE CONTOS EROTICOS E ESPECIAL INCESTOS ME VOLTOU A LEMBRANÇA MEUS T...

Publicado em 20 April 2014 | 6:22 am


E agora... O conto de ML :

O tesão me consumia só de pensar em mais uma vez ser o objeto de desejo de vários homens, na presença de André, curtir o brilho de seus olhos, ver sua ereção, enquanto machos sedentos me possuíam de todas as formas, por volte de 23h da quinta feira no meio de beijos e amassos com meu noivo o telefone tocou, era Léo confirmando nossa aventura para o final de semana, seria no domingo em uma chácara, estavam confirmadas a presença de cinco amigos de Léo, assim que André desligou nos beijamos apaixonadamente, ele disse que após mais esta aventura iríamos nos casar, fizemos amor a madrugada inteira e eu não podia esperar pelo domingo. No sábado fiz uma produção especial, bronzeamento artificial e uma depilação, deixei minhas pernas bem macia, os pelinhos da buceta ficaram bem ralinhos e sensuais, tomei um banho de hidratante deixando minha pele macia e gostosa, na noite do sábado André fez uma massagem com óleos especiais me deixando ainda mais gostosa. Estava escuro ainda, quando saímos em direção à chácara de Léo, eu estava bem à vontade com um shorts agarradinho ao meu corpo, deixando o formato de minha bundinha bem volumosa, na frente mostrava claramente os traços da minha xana, uma blusinha curta que deixava meus seios mais volumosos, para provocar ainda mais não usava nada por baixo da blusa, com minha excitação o bico dos meus seios saltava e quase furavam a blusinha, de tênis e uma meia soquete, um óculos escuro para completar o ar jovial e a disposição para o sexo, André não estava muito diferente, bermuda e camiseta, óculos escuros e por baixo uma cueca linda que eu havia presenteado, cavadinha do jeito que eu gosto, para ele ficar à vontade para socar sua punheta, chegamos ao local por volta de 8h e 30m fomos recepcionados pelo caseiro o Sr. Clovis um senhor grisalho de 48 anos, muito simpático e de corpo em forma, uma camiseta e um shorts folgado deixando à mostra um pedacinho de suas coxas, um coroa muito enxuto e também por Miguel um moreno claro de 32 anos, muito gostoso, tinha um olhar penetrante, me possuiu com os olhos assim que desci do carro, estava de sunga e uma camiseta regata deixando os braços grossos e musculosos à mostra, a sunga apertada mostrava um volume considerável no meio das pernas, senti uma gota escorrendo dentro de minha buceta, ele tinha coxas grossas e peludas e calçava um tênis, cumprimentou André e depois me cumprimentou com um beijo no rosto, extremamente gentil, me apresentou ao caseiro que também nos cumprimentou, fomos entrando e Sr. Clovis se encarregou de guardar nosso carro, percorremos uma pequena trilha após o portão principal e já ouvíamos conversas, logo avistamos Léo e mais dois homens na varanda, Léo como sempre estava com um shorts curto e sem camisa, mostrando aquele delicioso peito cabeludo e aqueles mamilos saltados que tanto adoro, mais ousado me deu um selinho para quebrar o gelo e cumprimentou André ao mesmo tempo que nos apresentava Márcio um moreno de 30 anos, Ângelo também moreno e cabelo curto, estilo reco, esse tinha uns lábios grossos deliciosos, certamente chupava uma buceta de forma inigualável, entramos e fomos tomar um café, eu ouvia risadas do lado de fora e então Léo disse que havia uma alteração no programa, que de última hora mais alguns amigos tinham resolvido participar, se tinha algum problema, André sorriu maravilhado e eu fiquei mais excitada ainda, da janela Léo me chamou para apreciar o lado externo, onde tinha um pequeno campo de futebol, com uma rede improvisada onde quatro deliciosos machos brincavam de futevôlei, Miguel puxou assunto com André perguntando a quanto tempo curtíamos aventuras liberais, André respondeu que há pouco tempo, mas que já tínhamos vivido experiências excitantes, Miguel me elogiou e disse que eu era muito bonita, e emendou dizendo que sua esposa era muito gostosa também, e que eles curtiam muito um sexo liberal, disse que em sua lua de mel levou dois amigos, que a comeram a noite inteira em sua presença no hotel, os olhos de André brilharam ao ouvir tal confissão, Miguel disse que adora a esposa e que se delicia quando a vê gozando com outro homem, gosta de curtir o prazer da esposa e depois sim fazer amor de forma alucinante, André disse que adorava ver e curtir os mínimos detalhes das transas que eu participava, as risadas lá fora continuavam e uma gritaria comemorando os pontos feitos no jogo, um clima delicioso naquele local, muito respeito e nada de vulgaridades, Léo nos convidou para irmos para fora, do outro lado do campinho tinha uma bela piscina e atrás uma churrasqueira que estava sendo conduzida pelo Sr. Clovis e por Ângelo, o rapaz de lábios carnudos, os rapazes que jogavam bola no outro lado todos de sunga e sem camisa, corpos esbeltos e malhados, deliciosos, sentamos à beira da piscina e Léo pediu para colocar uma música, Miguel incentivou André a dançar comigo e me liberar para eles, tudo tinha que começar com uma ação do marido, André me abraços e me deu um beijo de língua delicioso, alisando minha bunda e passando a mão pelo meu corpo, Miguel não agüentou muito e se levantou, vindo por trás me abraçou, André ligeiramente abaixou meu shortinho enquanto Miguel já explorava minhas tetas, me virei para beijá-lo mas ele foi direto com a boca ávida no bico dos meus seios, mordendo de leve, enquanto André terminava de tirar meu shorts e se sentava para assistir ao amasso inicial com Miguel, Logo Márcio se sentou ao lado de André e os dois falavam de posições e do que gostavam no sexo, Miguel chupava meus seios e levou a mão por dentro da minha calcinha, alisando e mostrando minha bunda para André e Márcio, que perguntou se eu gostava de levar no cuzinho, André disse que eu adorava e ele acariciava a rola por cima da sunga, eu alisava a rola de Miguel e puxei sua sunga para baixo, ele abaixou e tirou a sunga jogando em cima de André, peladão com aquela vara dura mais ou menos uns 20cm de pica grossa, eu acariciava e ele tocava minha buceta, me abraçou por trás e abaixando minha calcinha, cutucava minha bunda com o pinto e acariciava minha buceta, abrindo meus lábios mostrando para André e Márcio minhas entranhas, Márcio pediu licença e ajoelhou na minha frente, enquanto Miguel abria minha buceta para Márcio me chupar, alucinada gemia gostoso, que língua deliciosa, Léo e Ângelo trouxeram um colchão d’água e colocaram ao lado da piscina, Sr Clovis cuidava do churrasco e assistia nossa esfregação, André já estava só de cueca com a rola pra fora, socando sua primeira punheta, o jogo do outro lado continuava, agora com assovios e gritos de incentivo à nossa foda, Miguel foi descendo a língua pelas minhas costa até chegar em minha bunda, puxou minha calcinha para baixo e tirou completamente, jogando para trás, agora estava totalmente pelada, sendo chupada por dois homens deliciosos, quando senti a língua de Miguel em minha bunda enlouqueci, entreabri as pernas e sentia as duas línguas me possuindo, gemia alto, meus seios balançavam no ar, Léo já pelado mostrava uns papeis para André que tirou do bolso da bermuda outros papeis, eram certificados de doações de sangue e exames de HIV de todo o grupo, nós como doadores de sangue ficamos mais tranqüilos para uma foda com segurança, o jogo acabou, os rapazes vieram ao nosso encontro,cumprimentaram André e observavam nosso amasso, Júnior 30 loirinho, alisa a rola grossa e disse que iria tomar uma ducha e depois vinha me conhecer, Nando um moreninho gatinho 27 aninhos, abaixou a sunga e alisava a rola dura mostrando excitação com a cena, estava em êxtase com aquilo tudo, Felipe um negro de 38 anos corpo escultural e pelo volume da sunga estava alucinado, era o mais bem dotado do grupo 23cm de rola dura e grossa que quase me mataram de prazer naquele dia e Alex um mulato gostoso, esse tinha o corpo liso, cheio de tatuagens e uma rola não muito grande mas grossa, muito grossa, judiou da minha bunda, mas gozei gostoso com aquela maravilha, meus machos estavam todos no cio, depois de ser chupada ao extremo Miguel sentou-se ao lado de André e perguntou se eu gostava de mamar, respondi que adorava! Então vem curtir minha vara, o Léo disse que você gosta de porra, olhando para André perguntou: Posso gozar na boquinha dela? André respondeu para ele ir em frente, me ajoelhei na frente daquele homem gostoso e comecei a mamar sua rola, ele gemia gostoso me fazendo caprichar na mamada, disse para André: Minha esposa se chama Marcela, ela gosta de chupar pau, na nossa lua de mel todas as gozadas dos caras foram em sua boquinha, eu filmei tudo, você vai assistir, enquanto ela te chupa a rola, é demais cara, uma mulher bonita assim, chupando uma rola de outro, eu fico doidão quando vejo uma cena assim com minha mulher, eu lambia o saco de Miguel e subia pelo corpo da pica, engolia tudo, ele gemia e acariciava minha cabeça! Nossa André você está de parabéns, uma mulher linda dessa, liberal e chupa como uma puta profissional, que delicia cara, vou foder a boca dela. Se levantou e segurando minha cabeça metia a vara em minha boca como se fosse uma buceta, Márcio continuava a chupar alternadamente minha buceta e meu cu, me deixando louca, Miguel enfiava a rola inteira em minha boquinha: Que delicia cara, olha só que boca deliciosa, ela engole tudo, vejam como a pica desliza em seus lábios, que delicia de mulher, assim eu vou gozar minha querida, quero ver você babando meu leitinho safada, ele estava alucinado, perdendo o controle, metia sem dó em minha boquinha, eu deixei a boca mole e acariciava a rola com a língua em cada estocada, para não me engasgar, queria deixá-lo louco de tesão, mas ele estava excitado demais, senti a primeira golfada de porra dentro da boca, não dava para engolir pois ele metia freneticamente, seu semem começou a escorrer pelo canto de minha boca e ele metendo: Toma porra gatinha, toma o leitinho gata, abre a boquinha para receber pica, delicia, que gostoso, Andrésão que mulher gostosa cara, olha só como gozo gostoso nessa boca safada, toma porra putinha sem vergonha, apertando a rola na entrada de minha boca, lambi a última golfada de porra, essa deu para engolir, ele estava alucinado, colhendo a porra do meu rostinho levava até minha boca e eu lambia e engolia, saiu e sentou na cadeira ao lado extasiado, era a vez de Márcio meter em minha boca, sem cerimônia, alojou a rola e pediu que chupasse até o gozo, de joelhos eu mamava em sua rola, ele apertava meus seios e murmurava: Chupa cadela, chupa gostoso puta, isso vagabunda mama tudo, quero gozar gostoso nessa boquinha safada, Léo acariciava a rola ao meu lado louco para gozar também, de canto de olho pude ver Sr. Clovis pelado, alisando uma rola descomunal, o velhote ia se fartar comigo também, não demorou muito e Márcio tirou a rola de minha boca, disse: Abre bem a boquinha gata, quero gozar gostoso tudo dentro, engole tudo e mostra pro seu maridinho que você tem sede de porra: Golfadas e mais golfadas de porra em minha língua, não engoli, deixei ele gozar bastante, André não agüentava e de pé do meu lado socava uma punheta descomunal, Márcio gemendo apertava a rola, fechei a boca e engoli toda sua porra quente para em seguida colher o restinho na cabeça do pau, ele estava atordoado, Léo encostou o pinto em minha boca, abri e fui sorvendo como um sorvete, ele me segurou firme e penetrou minha boca, gozando lá dentro, quase me sufocando: Engole tudo puta, engole gostoso toda a porra do Léozinho, hoje você vai beber muito leitinho, como gosta o seu marinho corno, eu estava me sufocando, pois ele não tirava a rola da minha garganta, sentia a porra quente descendo guela abaixo, ardia, empurrei ele para poder respirar, ele terminou de ejacular em meu rosto, em seguida André direcionava seu pinto e jatos de porra lavavam meu rostinho, lambia o que podia, ele batia o pinto em meu rosto me chamando de amor, Miguel carinhosamente com uma colher colhia todo o semem do meu rosto e me dava de beber: Adoro uma mulher linda, bebendo porra, isto é demais, deixou meu rostinho limpinho, depois de três colheradas, que bebi satisfeita, Sr. Clovis se aproximou e disse: Moça que delicia de boca a senhora tem, desculpe o jeito mas já que gosta, vou gozar se me permite, era tudo que eu precisava para encharcar a buceta, um senhor tarado pedindo educadamente para gozar em minha boca, Léo se colocou atrás de mim e abriu minha boca, falando sacanagens ao meu ouvido, pediu para não desperdiçar nenhuma gota da porra do Sr. Clovis, ajoelhada de boquinha aberta, vi um, dói, três quatro jatos fortes de porra, certeiros dentro da minha boquinha, André acariciava meus cabelos e assistia de perto, Sr. Clovis gozava fazendo um verdadeiro escândalo, não parava de sair porra daquela vara imensa, fechei a boca para engolir a porra que encheu minha boquinha e tive o rostinho molhado novamente, Miguel com cuidado limpou tudo com a colher e me deu de beber, terminamos essa primeira apresentação com um beijo de língua em André selando nosso compromisso com a safadeza e uma salva de palmas de todos. Comemos um belo churrasco, num clima gostoso, apesar de todos pelados, só eu de mulher, o respeito imperava, os quatro rapazes vieram do banho já pelados e prontos para a farra, cumprimentei um a um sem deixar de alisar o caralho de cada um, Fernando o negro era meu sonho de consumo, adoro negros sarados, nem precisa dizer que a rola era imensa e grossa, muito gente boa, cumprimentou André e disse: Cara bem vindo ao grupo, quero que conheça minha esposa, vou ter o prazer em recebê-lo em casa para uma boa foda nós quatro, André sorriu e cumprimentou os outros três, pedi para tomar um banho, pois estava toda suada e com o rosto colando de porra, Alex se prontificou a me dar banho dizendo: André se não se importa adoro uma transa debaixo do chuveiro, posso ter a honra de dar banho em sua esposa? André consentiu e ficaram todos se deliciando no churrasco falando de fodas e de suas mulheres, eu e Alex o mulatinho de rola média e super grossa fomos para o chuveiro dentro da casa, ele me acompanhou alisando minha bunda o tempo todo, André deve ter ficado moído, pois ele gosta de ver e dessa vez não foi possível, Léo gritou: Ai Alex na responsabilidade, não demora não hem! Rimos um para o outro e entramos no chuveiro, ele acariciou meu rosto e disse: Hum pelo jeito já deram de mamar para você né minha deusa, sorri para ele e nos beijamos ardentemente, acariciava sua rola que crescia em minha mão, ele me ensaboou, passando a mão em minha bundinha, lavou minha buceta, esfregou meus seios, mordia o biquinho: Gosta de beber porra então? Adoro, principalmente de machos gostoso como você, tocando meu cuzinho, perguntou: E na bundinha, gosta também? Só se for com força respondi com voz lânguida! Caralho você é safada mesmo, adoro mulheres assim, é casada com o André? Sou noiva, vamos nos casar em breve! Ele é um cara de sorte, você é muito linda e gostosa, vou chupar sua buceta, goza pra mim adoro uma mulher gozando, depois vou comer sua bundinha, na buceta só na frente do marido, ta safadinha, abaixando chupou-me deliciosamente, não demorou e gozei em sua língua, ele se levantou e eu me apoiei no encosto do banheiro, separou minhas nádegas e senti o lubrificante gelado em meu cuzinho, a porta de abriu e Miguel entrou para se banhar junto conosco, vendo a cena sua pica subiu na hora, a rola de Alex dura como um ferro entrava em meu cuzinho, gemi baixinho e ele disse: Pode ficar a vontade princesa, se desejar gritar pode gritar, se quiser curtir caladinha também pode, adoro foder um cuzinho assim debaixo do chuveiro! Uma gata não Alex? Que delicia de mulher cara, foi falando isso e calando-me com a rola na boca, me apoiei no chão para levar no cu com mais liberdade, Alex já metia desesperadamente em minha bunda! Cara que delicia o cu dela mama minha rola, olha só cara que delicia, toma cadelinha, toma no cu, putinha safada, com as mãos espalmadas no piso do banheiro, a boca recebendo a rola de Miguel, gemi gozando, apertando o pinto de Alex dentro de mim, ele percebeu na hora! Ela ta gozando, que delicia cara, aperta minha rola gatinha, e socava com mais força em meu cuzinho, eu estava mole e a mercê dos dois, ele de tão enlouquecido fodia minha bunda sem camisinha, maluco de tudo, ainda bem que eu estava preparada para tomar na bundinha, estava limpinha, depois que gozei ele socou com força, metendo até o talo a rola grossa, gozou dentro da minha bunda, me chamando de puta sem vergonha: Que delicia gozar no rabo dessa puta cara, toma no cu querida, toma minha porra dentro do rabo safada, depois vai mostrar o cuzinho gozado pro corno do seu noivo safada, nem bem tirou o pinto do meu rabo Miguel tomou seu lugar! Quero gozar dentro também, usando a porra do amigo como lubrificante socou a rola melada em minha bunda, Miguel tinha o pinto maior e a grossura era igual, ele mexia gostoso, Alex se lavava, passava a mão na cabeça do pau e não tirava os olhos do meu corpo sendo fodido por Miguel, algumas estocadas fortes no fundo do meu cuzinho, gozamos juntos, ele molhou meu cuzinho de porra: que delicia, gozar dentro da bundinha dessa gata, toma delicia sente meu leite dentro de você, apertei o cu esmagando seu pinto, ele tirou e os dois pediram para continuar ajoelhada, abriram minhas nádegas e foram à loucura vendo a porra escorrer pela minha bundinha! Olha que delicia cara, nosso leitinho saindo da bundinha dela, pisco o cu cadela! Eu piscava a bunda derramando a porra entre as coxas, me levantei e eles me deram um senhor banho, saímos do chuveiro e eles me levaram ao encontro dos demais! Cara que cu gostoso tem sua noiva, Bárbara você está de parabéns, sabe engolir rola por todos os lados, Léo perguntou: Vocês não foderam a buceta dela não é? Claro que não respondeu Miguel, a buceta, só na frente do maridão aqui, e ele é quem vai escolher o primeiro para gozar gostoso como manda a tradição! Léo nos explicou que muitos não permitiam penetração na buceta de suas esposas, outros gostam, e os que curtem é uma regra no grupo, penetrar a buceta só na frente do marido, André disse: Meus amigos, estou maluco de prazer, poder comer a Bárbara de todas as formas, ela é quem decide o que quer fazer, Léo sorriu e agradeceu, mas disse que na buceta seria somente na frente dele e que assim seria com as esposas que ele futuramente iria comer! Bem deixa de conversa mole, estou louco para gozar, falando isso levou a rola em minha boca, o dono do maior pinto do grupo, Felipe o negrão, sua rola dura me sufocava, mamei e lambi sua pica e suas bolas, enquanto todos se masturbavam! Posso comer a buceta amigo? Claro respondeu André! Fernando me colocou deitada de costas e subiu em cima de mim, como se fizesse flexões foi colocando o pintão em minha xana extremamente molhada, a rola foi entrando me fazendo ver estrelas, que delicia de pinto, devagar, tirou até a cabeça e penetrou de novo, todos se masturbavam, Nando o mais novinho e também mais lindinho da turma, disse: Cara estou com as bolas doendo de tanto tesão, posso dar para ela chupar? André acenou com a cabeça não tirando os olhos da minha buceta sendo penetrada devagar, Nando me beijou a boca e disse: Vou agachar princesinha, lambe meu saco e meu cu esta bem? Agachou em minha cabeça e eu lambia seu saco lisinho e seu cuzinho, arrancando gemidos deliciosos daquele homem, Felipe aumentou as estocadas penetrando tudo em minha buceta, não agüentei muito e gozei gostoso, Nando batia punheta e não agüentou uma lambida no olho do cu, gozou molhando minhas tetas, levou a rola em direção ao meu rosto e terminou de banhar de porra gemendo e gritando, Felipe puxou minhas pernas levando ao seu ombro, segurando minhas coxas com força passou a tocar meu útero de tanta força que metia, eu gozava alucinada, gritando: Delicia, fode gostoso, que pinto gostoso, acaba comigo caralho! Grita vadia, grita puta, olha seu noivo gozando de tanto tesão vagabunda, goza na minha rola! Desavergonhadamente gozei, soltei o corpo aproveitando cada estocada daquele pinto grosso e grande gozei feito uma cadela, olhava aqueles homens pelados ao meu lado, sabia que seria esfolada, e gozava gostoso, Felipe tirou a rola da minha buceta e lavou meu rosto com sua porra quente, o loirinho Júnior com o pinto petrificado foi o segundo a comer minha buceta, ele já estava bastante excitado e meteu com força, enquanto Felipe enxugava seu pinto em meus lábios, André uivava de tanto prazer assistindo a minha curra, eu estava tão excitada que cada socada de pinto em minha vulva era um gozo, o loirinho metia bem, ele mexia rebolando coma rola socada em minha buceta, eu apertava o buceta e ele ia ao delírio, ficou socando por uns dez minutos, tirou e levou a rola em minha boca, suguei tudo com ternura, ele gozou fartamente não errou um jato sequer, bebi tudinho, uma porra densa e cremosa, Léo foi o terceiro e foder minha xana, socadas compassadas, olhou para André e não agüentou vê-lo gozando, molhando de porra o próprio peito, tirou o pintão e gozou em minha barriga e coxas agitando o pinto, Márcio tomou a posição, metendo com força e chupando meus seios, eles estavam alucinados como uma matilha de cães em volta de uma cadela, Márcio não se importava com meus peitos molhados de porra e chupava ardilosamente enquanto fodia minha xana, desesperadamente tirou e socou em minha boquinha, segurando minha cabeça me fazendo engolir toda sua porra! Quero comer o cu dessa puta gostosa, disse Sr. Clovis, fiquei de quatro e ele alisava minha bunda, então percebi Ângelo o rapaz de lábios carnudos, ele ainda não tinha me tocado, punhetava a rola mais distante assistindo tudo, senti a rola do Sr, Clovis entrando em meu cuzinho, enfiou tudo, até o talo, esperou um tempinho e logo começou a foder, André foi para trás na posição que mais adora pediu para Sr. Clovis subir o corpo para que ele pudesse ver meu cuzinho sendo possuído, todos foram ao delírio com aquelas palavras de André, Léo disse: Agora todos vão comer o cu dela nessa posição, eu só gemia enquanto levava ferro no cuzinho, Léo sentou ao meu lado e acariciava minha buceta: Vou fazer você gozar levando no rabo delicia! Sr. Clovis socou minha bunda como um verdadeiro touro, e eu levei no cu como uma vaca safada, ele gozou dentro da minha bunda e caiu desfalecido, Miguel foi o segundo, socou meu cuzinho sempre deixando um ângulo para André ver o pinto entrando em minha bunda, gozou dentro também, o terceiro foi Márcio, este com força, alucinado me chamava de vagabunda gostosa, batia em minha bunda, Léo não parava de acariciar minha buceta, me levando a orgasmos deliciosos, André se acabava na punheta, aquilo me deixava alucinada, quanto mais tomava no cu mais deseja rola, como num ritual Marcio gozou dentro do meu cuzinho, que já vomitava porra, que escorria pelas pernas e coxas, Ângelo tomou o lugar de Léo para acariciar a minha buceta enquanto Léo foi o quarto a foder meu cu, ele metia com muita força, socando o pau até o talo, não demorou a gozar, segurando o pinto na entrada do meu cuzinho dilatado gozou derramando o leite dentro do meu cu, o quinto a possuir minha bunda foi Júnior, como meu cuzinho estava encharcado de porra eles não tinham trabalho para meter, entrava tudo com facilidade, Miguel sentou-se do lado de André: Cara é uma delicia assistir tudo isso, mas você precisa meter nela também cara é muito gostosa sua noivinha, muito safada, André ouvia as palavras de Miguel e não parava de punhetar, Júnior gozou no meu cu e deu lugar para Nando que fodeu com vontade, Ângelo colocou umas almofadas em meus joelhos para aumentar meu conforto e tomei no cu deliciosamente com a rola loira de Júnior que molhou meu rego com sua porra quente, um saia outro entrava, Alex o dono da rola grossa era o sexto a socar minha bunda, segurava minhas ancas e metia até o talo, André gozava mais uma vez, molhando barriga e peito de porra quente, alucinado não tirava os olhos da minha bunda que agora recebia a porra quente do loirinho, o sétimo foi Felipe o negro gostoso, como meu cu estava dilatado e arreganhado não me preocupei em agasalhar o nabo dele, entrou com facilidade, ele metia mais devagar com medo de me machucar, Ângelo apertava minha buceta e os bicos do meus seios, gozei deliciosamente e recebi dentro do rabo uma gozada forte e quente de um pintão negro, sentia a porra deles escorrendo pelas minhas coxas, me sentia uma cadela sendo currada, não dava para curtir o vácuo dentro do cu, o oitavo foi Léo, enlouquecido meteu forte em minha bunda, me chamando de puta e cadela gozou dentro da minha bundinha, olhei para Ângelo, só faltava ele, ele sorriu e disse, eu vou te levar para o banho, minha princesinha, você deve estar cansadinha, desmontei no chão, sentindo o rabo arder, mas satisfeita de satisfazer aquele time de futebol inteiro praticamente, vorazes de fome Sr. Clovis recheou todos de churrasco enquanto Ângelo pediu a André se podia fazer amor comigo dentro da casa reservadamente, André sem forças até para raciocinar disse que sim, fui levada no colo para dentro da casa, Ângelo tinha 35 anos, era casado e pai de dois filhos, curtia sexo liberal com a esposa e desde o primeiro instante percebi que mexi com ele, disse que me achou linda e queria curtir comigo sozinho para não levantar ciúmes em André, queria poder fazer amor comigo, me lavou todinha, acariciando minha bunda, passando o dedo entre minhas nádegas tirando todo o sumo de porra, lavou minhas coxas, minhas pernas, lavou minha buceta me deixando limpinha, depois senti sua língua deliciosa, me chupou bem gostoso, me levou para uma cama confortável e fizemos um meia nove, ele tinha uma rola de 20cm e grossa, pelos ralinhos em cima do pau e o saco lisinho, lambi gostoso o saco e a rola inteira, gozamos um na boca do outro, fiz questão de beber toda sua porra quente e ele bebeu meu mel, nos beijamos sentindo o gosto do gozo um do outro, acariciava sua rola e ele logo estava em ponto de bala novamente, olhou pela janela e chamou André que veio ao nosso encontro, ao entrar no quarto ele viu a forma com que Ângelo me tocava e ficou excitado na hora, deitada de costas recebi sua rola na buceta e sua língua na boca, ele me amou, comendo minha buceta e me falando coisas doces no ouvido e lambendo minha língua, André percebeu a paixão no ar e seu semblante ficou diferente, eu piscava para ele enquanto Ângelo fodia minha buceta, ele começou a gemer mais alto e foi tirando a rola quando André disse: Goza dentro! Ele olhou espantado para André, que reafirmou: Você não a fodeu, fez amor com ela, goze dentro da buceta! Ele titubeou e André facilitou: Vai amigo goze gostoso dentro da bucetinha dela que eu quero ver! Deixando a rola penetrar o fundo da minha buceta Ângelo desaguou todo seu leite dentro das minhas entranhas, me beijando a boca apaixonadamente, tirou o pinto e caiu para o lado, André montou em mim, beijando minha boca também fez amor comigo, com Ângelo assistindo tudo ao lado, André se deitou de costas e eu passei a cavalgá-lo, fiz ele gozar também dentro da minha buceta, ele pediu que Ângelo comesse minha buceta de novo, por trás enquanto ele me beijava ardentemente, Ângelo comia minha buceta por trás, dizendo que iria retribuir aquele gesto com todo carinho, que desejava uma noite comigo, André e sua esposa, André me beijava apaixonadamente, pedia para que eu gozasse na rola de Ângelo que não demorou a anunciar o gozo! Na boca, goza na boca dela! Saiu rapidamente, em pé na cama gozou em minha boca, bebi sua porra quente e nos beijamos apaixonadamente! Agora se recupere, quero você comendo o cu dela na frente de todos! Saímos do quarto e voltamos para o churrasco já passava das 15h cai na piscina tomos um banho gostoso, mamei a rola de Miguel sentado na beira da piscina, depois alternadamente eles me comiam a buceta, até que André disse: Ângelo só falta você, vem comer o cu da Bárbara, para completarmos o dia com chave de ouro, fiquei de quatro e Ângelo sabia que tinha de cumprir o ato, não se fez de rogado foi o mais safado, fez acrobacias dentro da minha bundinha, me fodendo de quatro, de lado, cavalgando e depois gozou dentro do meu cuzinho, eu estava entregue, assada, quando todos fizeram uma roda e Léo disse: Mama todas as rolas, vamos gozar todos em cima de você Bárbara, para finalizarmos esse dia maravilhoso, olhei para André que sentado numa cadeira não conseguia mais ereção, estava acabado, fui chupando as rolas enquanto eles se masturbavam, um a um foram gozando, sempre em meu rosto, um gozava dentro da boca e eu deixava e escorrer, outros preferiam gozar em meu rosto por fora, e faziam verdadeira festa em cada jato de porra que molhava meu rosto, Ângelo foi o último a gozar, dentro da minha boca, segurou depois meu queixo me obrigando a engolir tudo, André montou em mim na frente de todos e comeu minha buceta, olhando meu rostinho branco de porra, gozou fartamente em meu rosto, me deitei ali na calçada, gozada e acabada, fora mais um domingo delicioso, fomos todos ao banho, alisei a rola deles todos de novo, Léo disse que fazíamos parte do grupo e que a próxima festa no sitio, no encontro com a turma toda estaríamos presentes, disse ainda que eu seria responsável pelo vestiário masculino após o jogo e que teria de satisfazer todos os machos, eu e André fomos os últimos a sair da chácara ao lado de Léo a quem demos carona e ainda chupai o pau no caminho, quase sem porra, pois havia gozado tudo durante o dia! Um beijo demorado na cabeça da rola de todos os leitores, com carinho, até o gozo farto! Eu sou Bárbara!

#440 Comentários - 06-01-2009 - 09:56 AM por ML - Orgias - Confirmo, É EXCITANTE (44) - Nota negativa! (2)
Remover dos Favoritos
Enviar a um Amigo
Este conto já foi visto antes

Contamos com a sua decisão. Você leu a totalidade deste conto? Gostou? Não?

Agradecemos que faça a sua votação. Clique num dos links em cima.
Clique em "Confirmo, É EXCITANTE" se gostou do conto ou clique em "Nota negativa" se não gostou. por favor faça-o em consciência. Obrigado pela sua participação.

Comentários dos usuários:

Nota: O site Contos Eróticos (contoseroticos.mundopt.com) não se identifica com os comentários aqui publicados. Os comentários são da inteira responsabilidade dos seus autores e podem ser removidos sem aviso prévio. Se você encontrar aqui algum comentário que considere que ultrapassou todos os limites, por favor clique no link "Relatar" para o reportar à administração. Obrigado.
muito louco, sou doida para ser fodida por varios homens!!#1 - 11-11-2012 - 03:33 AM por Tina - reportar abuso
muito louco, sou doida para ser fodida por varios homens!!#2 - 11-11-2012 - 03:33 AM por Tina - reportar abuso
Muito excitante... e fictício!#3 - 20-05-2012 - 03:44 AM por Punheteiro - reportar abuso
e ela sabe direitinho o tamanho da pica dos caras, sera que tinha uma régua? kkkk #4 - 15-04-2011 - 12:43 AM por hard - reportar abuso
queria dar para esse andre sou um gay e eu presiço de uma pica grande e volumosa dentro do meu cu,o macho q quiser sou de crateus e meu numero de celular e 08894169997 e o msn e adubardo@hotmail.com#5 - 11-03-2011 - 11:59 AM por mm eduardo - reportar abuso
;** good!#6 - 15-01-2009 - 05:11 AM por anelise - reportar abuso
e bom + ñ tao de longe ...#7 - 07-01-2009 - 03:33 PM por iuri - reportar abuso
not bat :) gostei do conto#8 - 06-01-2009 - 10:34 AM por MM. Jonas - reportar abuso

Coloque aqui o Seu Comentário sobre este conto:

Seu Nome:

Comentário:

Código anti-spam:      (reescreva o código à esquerda)