neo concepts
Contos Eróticos da vida real
atreva-se a publicar o seu e surpreenda-se com o feedback (agora 100% abertos)
  

Conhece um conto erótico digno de ser partilhado?


O Seu Nome* : O Seu Email* :   * Deseja Receber Notificação? :
* O SEU EMAIL NUNCA será divulgado ao público. Serve apenas para você receber as notificações do seu conto.

Obrigatório: Qual o título deste conto:  

Palavra Chave/TAG 1:    escreva 4 palavras/tags que definam o seu conto,
Palavra Chave/TAG 2:    o seu conto ficará associado a estas palavras chave.
Palavra Chave/TAG 3:   
Palavra Chave/TAG 4:   

Associar uma Imagem:    Opcional. Pode associar uma imagem ou foto ao seu conto. Imagens de Sexo explícito são proibidas.
Categoria Temática:

Descreva pormenorizadamente o seu conto erótico.
Anti-spam* (ESCREVA APENAS OS 3 SÍMBOLOS A PRETO):      captcha image   




Descobrindo o sexo com Titio.




wefalcao publicou o seguinte:

...


Mais Vídeos Gratuitos? Veja aqui:

Este conto foi lido 15098 vezes.
Depois de ler este conto, porque não uma visitinha a estes desabafos Sexys:

Confissão: Fotos da esposa 6
Eu confesso que mais uma vez estou colocando uma foto da minha esposa, nessa estou comendo o cuzinho...

Publicado em 28 November 2014 | 10:14 am
Confissão: Minha mulher é uma puta
Eu confesso que peguei minha mulher com a buceta cheia de rola, aliás, uma rolona. Cheguei de viagem...

Publicado em 28 November 2014 | 9:49 am


E agora... O conto de Casanova :

.
Meu Tio José Carlos comeu meu cuzinho.

Tem coisas que acontecem na vida e que ficam trancadas por muito tempo. Sempre tive vontade de contar esta história pra alguém. Nunca tive coragem hoje estou casada e conciênte de minha sensualidade. E agora vou contar nessa sessão de contos eróticos para todos que gostam de uma bela história de sexo . Comecei a descobrir minha sexualidade cedo..Senti o corpo ficando arredondado. Os peitinhos faziam volume sob a camiseta. Sempre fui bonita. Atraia não só os olhares de garotos, como também de pessoas mais velhas. Meus cabelos muito loiros e lisos. Tenho longas pernas, os seios estavam maiores e uma penugem loira crescia entre as minhas pernas formando um discreto triangulo. Descobri a masturbação nas noites solitária em minha cama. Algum tempo depois o corpo fervia por dentro, tinha muita vontade de ser tocada, acariciada ser possuída. Era muito tímida e ainda virgem. Nesta época passava muito tempo com a minha tia (irmã mais nova de minha mãe) Ana e o seu marido Zé Carlos. Eu os adorava. Não tinham filhos e deixavam um quarto sempre reservado para mim. Uma noite em que minha tia estava de plantão, estava deitada neste quarto só de calcinha me acariciando de olhos fechados. Enquando passava uma mão lentamente pelos meus seios a outra acariciava minhas coxas e minha virilha,sentindo a bucetinha molhando a calcinha de algodão branca, estava tão quentinho, tão gostoso que não me lembrei que a porta estava entreaberta. De repente ouvi: Mas o que você esta fazendo? Era o meu tio me olhando. Vi que primeiro me olhou com espanto, e num segundo momento não tirava os olhos dos meus peitinhos duros e rosados. Com o susto fiquei paralizada, não sabia onde enfiar a cara. Cai de joelho e implorei para que ele não contasse nada para minha mãe ou minha tia. Meu tio aproximou minha cabeça de seu corpo encostando meu rosto na sua barriga sem camisa e acariciou meus cabelos. Comentou que o que eu estava fazendo era muito natural. Pediu desculpas por interromper em um momento tão íntimo. Disse que era pra eu ficar tranquila e voltar para a cama. Foi o que eu fiz, deitei e ele saiu do quarto fechando a porta. Não consegui dormir logo. Estava confusa. Quando estava ali ajoelhada, meu rosto estava altura do sexo do meu tio e senti que estava muito duro. Será que ele sentiu desejo por mim? Dormi imaginado como seria fazer amor com ele, se eu conseguiria sentir desejo por ele. No meio da noite acordei com alguém sobre o meu corpo, eu estava com a camiseta levantada acima dos meus seios e a calcinha arriada até os tornozelos. Era meu tio que estava sobre mim totalmente nú. Lambia os meus biquinhos, fazia movimentos circulares com a lingua. Apavorada fechei os olhos e fingi que dormia. Sempre me lambendo foi descendo lentamente. Abriu minhas pernas e enfiou a cara lá embaixo. Eu nunca tinha transado, no máximo tinha ficado com alguns garotos e deixava eles me acariciarem. Depois do espanto eu comecei sentir uma sensação gostosa, que ia espalhando por todo o corpo. Era a primeira vez que estava com um homem de verdade, me senti mulher. Minha respiração ficou ofegante e não me contive quando senti sua língua na raxa e sugando meu grelinho soltei um gemido arqueando os quadris, buscando maior contato de sua língua com minha xoxota. Foi a vez dele ficar assustado quando percebeu que eu tinha acordado. Pedi pra que não parasse, estava gostando do carinho e queria mais. Como Pedro ainda estava parado resolvi retribuir, pra mostrar que falava sério. Empurrei seu corpo para que ficasse deitado de barriga para cima e me ajoelhei ao seu lado. Passei a lingua nos biquinhos dele. Não me demorei muito ali, eu queria provar outra coisa. Desci lambendo em direção ao pênis do meu tio. Estava meio mole, por causa do susto, eu acho, e muito molhado na cabecinha. Experimentei tocar o membro com pontinha da lingua. Achei nojento o primeiro contato com a gosminha transparente. O negócio começou a crescer. Lambia como se fosse um sorvete era todo instintivo nunca tinha seque pego num pau, agora tava com um imenso na boca. Enfiava todo na minha boca. Passava pela minha bochecha. Engolia até onde aguentava. Fazia movimentos pra cima e pra baixo, ajudando com a mão. Logo estava duro, muito duro. Em instantes começou a pulsar, senti o primeiro jato, por reflexo engoli. Mantive o pênis na minha boca, mas o restante do esperma eu deixei escorrer para fora da minha boca misturado com minha saliva. Senti repulsa por aquele leite grosso e com cheiro estranho. Quando terminou, vi meu tio com o rosto transfigurado. Parecia se esforçar para não gemer. Detestei o cheiro e aquela coisa grudenta que ficou na minha boca. Era o primeiro homem que eu fazia gozar, acho que nunca tinha dado tanto prazer pra alguém. Estava muito feliz. Descansamos um pouco. Deitei minha cabeça sobre o seu peito. Carlos acariciava meus cabelos, era quase como o tio e sobrinha de sempre. Me perguntou se eu ainda era virgem. Respondi que sim, mas que queria resolver isso hoje mesmo. Não aguentava mais de vontade de dar. Ele então disse que minha defloração seria um momento especial e que merecia um lugar especial seria meu presente de aniversário. Fiquei decepcionada. Porém, perguntou se eu não aceitaria transar por trás, se eu deixaria ele penetrar meu bumbum.balancei a cabeça num gesto de aceitação. Do jeito que eu estava, com tanto tesão, aceitava ser penetrada em qualquer lugar. Ele se levantou colocou o roupão e pediu pra eu aguardar um pouco. Voltou logo com um tudo de creme. Colocou o tubo sobre a cama. De pé, ao lado da cama, pediu que eu chupasse de novo. Agora estava mole, cabia todo na minha boca. Fui lambendo tudo, pra deixar bem limpinho. Fazia carinho na cabecinha e no saco com a lingua. Logo cresceu de novo deixei bem duro com a cabeça vermelha. Me apoiei na cama ficando de quatro como ele pediu. Senti o creme gelado entrando no meu rego. Conforme eu ia relaxando sentia seu dedo entrando. No começo era gostoso, mas quando ele enfiou, que dor. Logo eram dois dedos. Eu gemia baixinho e meu tio dizia que era assim mesmo e a dor ia se transformar em prazer era só relaxar. Perguntou se eu ia ser uma boa menina e deixar ele continuar, balancei a cabeça concordando. Colocou seu pau na entrada e tentou enfiar. Com a dor fiquei tensa. Meu tio começou a acariciar minha xaninha e a beijar e lamber minha nuca. Suspirei e ele aproveitou e pressionou a cabecinhana entrada do cu e deu uma forte cutucada. Comecei a chorar e pedi pra parar. Senti a minha boca ser tapada e ouvi ele dizer: Agora putinha vc vai te que agüenta átudo, vou comer esse cuzinho já que estamos sozinho pode chorar ,que agora terá que aguentar até o fim. Devagarinho foi entrando. Com as duas mãos ele me segurou pelos quadris. Inclinei o corpo, dobrei um pouco os joelhos. Ele continuou forçando. Relaxei de novo e ele deu uma estocada forte. Entrou com tudo, vi estrelas. A gente estava suando muito. Suspirávamos muito e eu serrava os dentes pra não gritar. Meu corpo todo balançava com os movimentos do meu tio. Estava ficando tonta, pedi pra gente deitar no carpete. Meu tio era grande, agora estava com todo seu peso sobre mim. Me sentia esmagada e rasgada, mas tava ficando tão bom que não me preocupavaempinei bem a bundinha e tentei rebolar embaixo dele. De repente veio subindo um calorzão, senti todos os meus músculos pulsando lá embaixo. Eu gemia, um gemido abafado pela mão do meu tio meu gozo foi tão intenso que apaguei. Quando acordei já era de manhã. Por um instante pensei que tivesse sido um sonho. Me mexi e senti a dor no meu bumbum meu cuzinho ardia. Coloquei a mão e vi que ainda estava melado. Depois do desmaio, meu homem continuou me comendo até gozar. Colocou minha roupa e me deitou na cama. Cedinho me acordou antes de minha tia chegar me deu um beijo na boca dizendo que tiraria o cabaço da bucetinha no meu aniversário de 15 anos que seria dali a duas semanas, até la ficariamos so fazendo assim, chupando e sendo chupada e dando a bundinha.
Eu já até imaginava onde seria meu desvirginamento, num apartamento que eles tem no centro da cidade e que ta desocupado pois o inquilino deles se mudou essa semana pra São Paulo. Depois eu conto como foi meu desvirginamento num sábado, na véspera do meu niver de 15 anos.




#4077 Comentários - 19-03-2011 - 11:10 PM por Casanova - Incesto - Confirmo, É EXCITANTE (83) - Nota negativa! (9)
Adicionar aos Favoritos
Enviar a um Amigo
Este conto já foi visto antes

Contamos com a sua decisão. Você leu a totalidade deste conto? Gostou? Não?

Agradecemos que faça a sua votação. Clique num dos links em cima.
Clique em "Confirmo, É EXCITANTE" se gostou do conto ou clique em "Nota negativa" se não gostou. por favor faça-o em consciência. Obrigado pela sua participação.

Comentários dos usuários:

Nota: O site Contos Eróticos (contoseroticos.mundopt.com) não se identifica com os comentários aqui publicados. Os comentários são da inteira responsabilidade dos seus autores e podem ser removidos sem aviso prévio. Se você encontrar aqui algum comentário que considere que ultrapassou todos os limites, por favor clique no link "Relatar" para o reportar à administração. Obrigado.
muito exitante ja tive muitas fantasias com garotinhas cara de sorte seu tio parabens#1 - 26-05-2014 - 08:55 PM por DONI COROA472 - reportar abuso
conto de nivel claro objetivo erotico..parabens..1000000#2 - 05-09-2011 - 09:51 PM por absolut - reportar abuso
quem não viveu no minimo ja fantasiou gostosa excitante..valeu#3 - 05-09-2011 - 09:49 PM por absolut - reportar abuso
Meu pau tá pulsando até agora... Como eu queria tirar esses cabaçinhos!#4 - 10-08-2011 - 10:57 PM por Marcos - reportar abuso
otimo#5 - 22-03-2011 - 04:01 PM por pamela - reportar abuso
Adorei! pena que nao pude ler todo o conto, por favor envie mi o resto neste email. oscar.muandula@gapi.co.mz ou oscar.gapi@hotmail.com#6 - 21-03-2011 - 06:00 AM por Da Bomba - reportar abuso
MUITO BOM GOZEI MUITOO#7 - 21-03-2011 - 03:58 AM por Renata - reportar abuso

Coloque aqui o Seu Comentário sobre este conto:

Seu Nome:

Comentário:

Código anti-spam:      (reescreva o código à esquerda)