neo concepts
Contos Eróticos da vida real
atreva-se a publicar o seu e surpreenda-se com o feedback (agora 100% abertos)
  

Conhece um conto erótico digno de ser partilhado?


O Seu Nome* : O Seu Email* :   * Deseja Receber Notificação? :
* O SEU EMAIL NUNCA será divulgado ao público. Serve apenas para você receber as notificações do seu conto.

Obrigatório: Qual o título deste conto:  

Palavra Chave/TAG 1:    escreva 4 palavras/tags que definam o seu conto,
Palavra Chave/TAG 2:    o seu conto ficará associado a estas palavras chave.
Palavra Chave/TAG 3:   
Palavra Chave/TAG 4:   

Associar uma Imagem:    Opcional. Pode associar uma imagem ou foto ao seu conto. Imagens de Sexo explícito são proibidas.
Categoria Temática:

Descreva pormenorizadamente o seu conto erótico.
Anti-spam* (ESCREVA APENAS OS 3 SÍMBOLOS A PRETO):      captcha image   




Mamando no meu cunhado



Divirta-se no Bate-papo do Eu Confesso. Entre por aqui.



Mais Vídeos Gratuitos? Veja aqui:

Este conto foi lido 2631 vezes.
Depois de ler este conto, porque não uma visitinha a estes desabafos Sexys:

Confissão: Atração por travestir
Bom eu tenho uma tara muito grande por trans minha esposa nem imagina às vezes fico vendo sites aond...

Publicado em 5 February 2018 | 7:13 am
Confissão: Tentação demais pra mim
existe um cara com o qual tenho uma atraçao inevitavel. Ele é muito gato, olhos verdes, cabelo lindo...

Publicado em 5 February 2018 | 6:48 am


E agora... O conto de Jose :

Deixe-me contar-lhes o que me aconteceu. Sou branco, magro, 1,75m, 65kg, casado e tenho uma certa vontade de transar com homens é verdade. Já o fiz no passado, ate escrevi sobre isso num conto quando fiquei com um caseiro de uma chácara que eu tinha e durante cerca de um ano transamos algumas vezes, mas isto foi a um bom tempo e depois não mais me relacionei com homens.
Eu tenho um cunhado de quem sou muito amigo e sempre que saio para pescar ele vai comigo. Numa determinada pescaria nos fomos numa chácara de um conhecido dele e La ficamos na casa junto com diversas pessoas e passamos o dia inteiro pescando e a noite de volta à casa nós bebemos algumas cervejas e todos ficaram bem alegres e fomos dormir.
Dormimos em colchões espalhados pelos cômodos da casa; eu e meu cunhado dividíamos um colchão de casal e um cobertor. Lá pelas tantas da noite eu joguei a perna por cima do meu cunhado; eu tenho a mania de dormir e as jogar minha perna por sobre a minha esposa, a minha perna ficou bem em cima da rola do meu cunhado, quando eu percebi o que tinha feito, mas gostei e como ele não esboçou nenhuma reação eu a deixei ali. Então comecei a sentir que seu pau estava ficando duro e eu mexia a perna bem devagar. Sua rola estava como rocha por baixo do calção que ele dormia. Eu fingia que estava dormindo, mas depois retirei a perna e fiquei de costa pra ele. Percebi que ele se virou alguns minutos depois e passou o braço por sobre mim e ficamos de conchinha com ele bem encostado e eu sentia sua rola dura dentro da bermuda e forçando contra minha bunda. Fiquei quieto e deixei ele ali um bom tempo e ele se mexia bem devagar para não fazer barulho pois havia outras pessoas dormindo no mesmo cômodo da casa. Após alguns minutos ele se virou e ficou de barriga pra cima e eu continuei na mesma posição fingindo que estava dormindo. Alguns minutos depois eu me virei de barriga pra cima e deixei minha mão cair precisamente sobre sua rola e percebi que ela estava a meia bomba. Deixei-a ali por alguns instantes e fiz minha mão escorregar assim que percebi seu pau crescendo aos poucos. Então ele pegou minha mão com cuidado e colocou sobre o pau dele já duro e fora do calção e ficou fazendo movimentos bem devagar como massageando seu pau com minha mão. Ai eu envolvi seu pau e fiquei punhetando-o. Só que algumas pessoas se mexeram em seus colchões e ele rapidamente colocou seu pau dentro do calção e eu tirei minha mão de sobre ele continuamos fingindo que estávamos dormindo. Quando tudo ficou de novo em silencio eu escorreguei pra debaixo das cobertas e tirei seu pau pra fora e o abocanhei e fiquei mamando-o por alguns instantes e ele alisava meus cabelos. Estava uma delicia. Mas logo alguém se levantou pra ir ao banheiro e nós paramos e como estava muito arriscado ficamos so nisso. No dia seguinte viajamos de volta pra nossas casa junto com outros dois e não tocamos no assunto. Alguns dias depois quando estávamos tomando banho numa piscina de um amigo conversamos sobre o assunto e resolvemos não fazer mais isso pra não estragar nossa amizade. Mas fiquei com vontade de sentir sua porra quentinha jorrando em minha boca.
Tenho vontade de encontrar uma pessoa que possamos ir pescar e passarmos a noite na barraca e dormirmos os dois peladinhos e podermos nos divertir a noite inteira. Pena eu não conhecer alguém que tenha um local de pescaria e que poderíamos fazer isso tranquilamente. Se alguém de Goiânia ou região tiver este desejo e também como fazer isso me manda uma msg no email: napelegyn@gmail.com



#9884 Comentários - 28-07-2016 - 03:35 PM por Jose - Diversos - Confirmo, É EXCITANTE (8) - Nota negativa! (1)
Adicionar aos Favoritos
Enviar a um Amigo
Este conto já foi visto antes

Contamos com a sua decisão. Você leu a totalidade deste conto? Gostou? Não?

Agradecemos que faça a sua votação. Clique num dos links em cima.
Clique em "Confirmo, É EXCITANTE" se gostou do conto ou clique em "Nota negativa" se não gostou. por favor faça-o em consciência. Obrigado pela sua participação.

Comentários dos usuários:

Nota: O site Contos Eróticos (contoseroticos.mundopt.com) não se identifica com os comentários aqui publicados. Os comentários são da inteira responsabilidade dos seus autores e podem ser removidos sem aviso prévio. Se você encontrar aqui algum comentário que considere que ultrapassou todos os limites, por favor clique no link "Relatar" para o reportar à administração. Obrigado.