neo concepts
Contos Eróticos da vida real
atreva-se a publicar o seu e surpreenda-se com o feedback (agora 100% abertos)
  

Conhece um conto erótico digno de ser partilhado?


O Seu Nome* : O Seu Email* :   * Deseja Receber Notificação? :
* O SEU EMAIL NUNCA será divulgado ao público. Serve apenas para você receber as notificações do seu conto.

Obrigatório: Qual o título deste conto:  

Palavra Chave/TAG 1:    escreva 4 palavras/tags que definam o seu conto,
Palavra Chave/TAG 2:    o seu conto ficará associado a estas palavras chave.
Palavra Chave/TAG 3:   
Palavra Chave/TAG 4:   

Associar uma Imagem:    Opcional. Pode associar uma imagem ou foto ao seu conto. Imagens de Sexo explícito são proibidas.
Categoria Temática:

Descreva pormenorizadamente o seu conto erótico.
Anti-spam* (ESCREVA APENAS OS 3 SÍMBOLOS A PRETO):      captcha image   




MEU IRMÃO



Divirta-se no Bate-papo do Eu Confesso. Entre por aqui.



Mais Vídeos Gratuitos? Veja aqui:

Este conto foi lido 1795 vezes.
Depois de ler este conto, porque não uma visitinha a estes desabafos Sexys:

Confissão: Atração por travestir
Bom eu tenho uma tara muito grande por trans minha esposa nem imagina às vezes fico vendo sites aond...

Publicado em 5 February 2018 | 7:13 am
Confissão: Tentação demais pra mim
existe um cara com o qual tenho uma atraçao inevitavel. Ele é muito gato, olhos verdes, cabelo lindo...

Publicado em 5 February 2018 | 6:48 am


E agora... O conto de marliane :

Dias desses mexendo em meu passado sentada na rede com minha filhinha no colo lembrei minha primeira vez e foi com meu irmão gêmeo; foi assim. Meu irmão sempre foi mulherengo desde novinho dava muito trabalho para nossos pais principalmente quando pegou a senhora que trabalhava em nossa casa e mandou vara na coitada deixando ela sentando de ladinho por dias e ela só reclamou dando uma de vitima porque desconfiou que meu irmão havia contado para nossa mãe. Meu irmão é dotado e quando tomávamos banho juntos ele me deixava pegar em seu cacete e fazer carinho nele porém não passávamos disso comigo perplexa usando minha bocetinha como referencia não conseguindo imaginar que tudo aquilo caberia em alguém. Numa manhã sem aula estávamos sozinhos em casa quando meu irmão me convenceu a chamar minha amiga para vir em casa e quando falou que sua mãe deixou ela vir porém seu irmão vinha junto. Quando abri a porta para recebe lós senti algo estranho com um frio na barriga indo descarregar um caldinho quente na boceta molhando a calcinha ao ver o menino mais lindo do bairro e pelo que ela falou ele sempre gostou de mim me paquerando escondido Apresentação feita depois de um café fomos para o quintal brincar e quando meu irmão levou a menina para a barraca senti a bocetinha formigar imaginando ela sofrendo em tudo aquilo enquanto o menino só queria me beijar e alisar minhas costas não passando disso. Estava quase tomando as rédeas da situação porque não aguentava mais ficar somente naquele amasso quando meu irmão me convenceu a ir também para a barraca porque a menina só dava para ele se eu desse para seu irmão também. Quase fiz xixi na calcinha ao ouvi isso e tremula de mãos dadas com o menino cochichei para meu irmão dar um toque nele porque era muito molenga e assim meu irmão colocou nos duas de quatro levantou meu vestido deixando me com a bunda coberta somente pela minúscula calcinha com o menino mais que depressa se ajoelhando atrás de mim tirando minha calcinha de lado quase rasgando ela com meu irmão tendo que pedir calma para ele e arriando a bermuda da menina junto com sua calcinha fiquei maravilhada ao ver meu irmão se ajeitando atrás dela com todo carinho do mundo enquanto o menino cutucava minhas nádegas e isso me deixava cada vez mais enlouquecida e quando ele conseguiu acertar tentou meter de uma vez só com seu pinto escorregando para meu cu e mais que depressa segurei aquele membro que pegava fogo e quando coloquei novamente na entrada de minha boceta fechei os olhos imaginando que entraria tudo para minha decepção o filho da puta segurou minha mão apertando em seu cacete e gozou melando minha boceta de porra quando a menina soltou um grito estarrecedor fugindo mais que depressa de meu irmão que com o cacete na mão vendo o menino ao me lado se limpando e minha bocetinha exposta falou que o desculpasse mais ia em mim mesmo e quando a glande entrou mordi a mão para não gritar tamanha dor que sentia e inerte mesmo porque não conseguiria fugir dele senti ele me rasgando parecendo me cortar ao meio e quando ia gritar implorando para tirar ouvimos mame conversando com meus amigos e de tão apavorada quando dei por mim meu irmão estava atolado quase com as bolas dentro de mim sem importar quando sussurrava para tirar chamando ele de louco que nem aí mandou que relaxasse porque só ia tirar quando me enchesse de porra. Não sabia de tremia de medo de mamãe chorava com aquele ferro me rasgando ou tentava fugir dele o que era inútil e quando mame chegou na porta e nos chamou acho que morri de medo sendo despertada por uma sensação maravilhosa e um prazer iminente me tomando a alma fazendo me morder o pano do vestido para não gritar de prazer enquanto meu irmão parecia um motorzinho metendo cada vez mais rápido em minha boceta e quando me encheu de porra entrei em parafuso chegando a desfalecer de tanto prazer e tremula num orgasmos avassalador o primeiro de minha vida desmaiei acordando uma eternidade depois pelo meu irmão que me ajudou a levantar e me dar banho tentando a todo custo me deixar calma falando que mame tinha ido ao mercado e passaria na casa de vovó para me pegar porém o que me preocupava mesmo era a gosma branca que saia de minha boceta ensanguentada e me lavando meu irmão me fez gozar mais um pouquinho com seus dedos atolados em mim fazendo me concordar com ele que fora muito bom apesar de dor demais me deixando ansiosa e preocupada com ele rindo ao falar que da segunda vez seria bem melhor. A partir deste dia sempre que ficávamos sozinhos ele me comia fazendo me virar os olhos de prazer e poucas não foram as vezes que ele invadia meu quarto nas madrugadas fazendo me delirar em sua pica e cada dia mais apaixonados não negava nada para meu irmão que se especializou em comer me o cu que sempre foi mais gostoso que meter em minha boceta. Fomos amante vivendo como marido e mulher ate nossos dezoito anos quando ele mudou para o rio servindo a marinha e mais que depressa deixei que um carinha que me paquerava a tempos me comer e foi ele que assumiu o filho do meu irmão dentro do meu buxo. Hoje estamos com vinte e três anos estou casada com um homem maravilhoso não o suposto pais de minha filha porém quando nos encontramos sinto a xoxota arder de vontade dele que mesmo noivo vive prometendo me catar para revivermos os bons tempos. Prometo que quando isso acontecer escreverei contando porque fico molhadinha só em pensar.



#10140 Comentários - 05-02-2018 - 02:49 PM por marliane - Incesto - Confirmo, É EXCITANTE (10) - Nota negativa! (2)
Adicionar aos Favoritos
Enviar a um Amigo
Este conto já foi visto antes

Contamos com a sua decisão. Você leu a totalidade deste conto? Gostou? Não?

Agradecemos que faça a sua votação. Clique num dos links em cima.
Clique em "Confirmo, É EXCITANTE" se gostou do conto ou clique em "Nota negativa" se não gostou. por favor faça-o em consciência. Obrigado pela sua participação.

Comentários dos usuários:

Nota: O site Contos Eróticos (contoseroticos.mundopt.com) não se identifica com os comentários aqui publicados. Os comentários são da inteira responsabilidade dos seus autores e podem ser removidos sem aviso prévio. Se você encontrar aqui algum comentário que considere que ultrapassou todos os limites, por favor clique no link "Relatar" para o reportar à administração. Obrigado.