neo concepts
Contos Eróticos da vida real
atreva-se a publicar o seu e surpreenda-se com o feedback (agora 100% abertos)
  

Conhece um conto erótico digno de ser partilhado?


O Seu Nome* : O Seu Email* :   * Deseja Receber Notificação? :
* O SEU EMAIL NUNCA será divulgado ao público. Serve apenas para você receber as notificações do seu conto.

Obrigatório: Qual o título deste conto:  

Palavra Chave/TAG 1:    escreva 4 palavras/tags que definam o seu conto,
Palavra Chave/TAG 2:    o seu conto ficará associado a estas palavras chave.
Palavra Chave/TAG 3:   
Palavra Chave/TAG 4:   

Associar uma Imagem:    Opcional. Pode associar uma imagem ou foto ao seu conto. Imagens de Sexo explícito são proibidas.
Categoria Temática:

Descreva pormenorizadamente o seu conto erótico.
Anti-spam* (ESCREVA APENAS OS 3 SÍMBOLOS A PRETO):      captcha image   



SERVIÇO POLICIAL




Último post na Rede Social para adultos
"Par Compatível 18+". Faça a sua conta. É Grátis:

vat69 publicou o seguinte:
em Louras
Gostaram??
Este post tem 15 fotos.
Clique na foto para ver o resto deste album.

cavaleiro adoro..... que delicia de mulheres fico com tesão ao ver imagens destas e com pena de não ser eu no lugar dele ...
penetra lindas e gostosas, ...

Este conto foi lido 6708 vezes.
Depois de ler este conto, porque não uma visitinha a estes desabafos Sexys:

Confissão: comedor iniciante em fortaleza ce
Eu confesso que estou louco pra comer uma casada fazer de tudo com ela. sou discreto 1.71 de altura....

Publicado em 17 April 2014 | 4:23 am
Confissão: queria de novo
Eu confesso que trepei com minha irma no inicio foi a força mas ela não fez muito esforço para impe...

Publicado em 17 April 2014 | 2:52 am


E agora... O conto de jose augusto :

Obrigado Suzana


Quando me preparava para sair de serviço (sou polícia na área de Campo de Ourique, Lisboa), recebi cerca das 23h30, uma chamada da Central-Rádio, para me deslocar com o meu Carro Patrulha, à Rua Tomás da Anunciação, nº X-2º andar, onde era necessária a presença da Polícia em virtude de haver barulho em excesso. Chegado ao local, disse ao meu colega que conduzia a viatura, que aguardasse na rua, pois não seria necessário que ele me acompanhasse. Toquei á campainha ainda na rua, tendo-me respondido uma voz feminina, que ao saber que era a Polícia, me abriu a porta, tendo subido até ao 2º andar.
Bati à porta e, para meu espanto, quando a porta se abre vejo uma mulher com cerca de 40 anos, loura de olhos verdes, vestida com uma camisa de dormir quase transparente, que com um sorriso me convidou para entrar.
Perante tal imagem, quase fiquei sem fala, tendo esta verificado tal situação, tendo soltado um risinho, entrei e ela fechou a porta. Após ter entrado, perguntei-lhe o nome, tendo-me dito que se chamava Suzana e que havia chamado a Polícia, porque os seu vizinhos do andar de cima, tinham feito demasiado barulho e ela acordara, mas que entretanto o barulho havia acabado.
Então expliquei-lhe que já não havia necessidade da minha presença no local, mas para meu espanto, ela começou a chorar, sentando-se no sofá com a cabeça entre as mãos, dizendo que ninguém gostava dela. Embaraçado com a situação, mas ao mesmo tempo curioso, disse-lhe que se acalmasse e que deixasse de chorar, pois não gostava de ver uma mulher a chorar. Entre soluços a Suzana olhou para mim e pediu-me que me sentasse a seu lado e a abraçasse, pousei o rádio e a pasta que trazia em cima da mesa, e quando me preparava para me sentar, ela agarrou-se a mim e começou de novo a chorar
Passei-lhe o braço pelo pescoço e ela agarrou-se anda mais a mim, dizendo que a abraçasse muito forte, pois estava carente de um forte abraço. Enquanto a abraçava, passei-lhe uma mão pelas costas, enquanto que com a outra, lhe afaguei suavemente um dos seus seios, que senti rijo, tendo a Suzana parado de soluçar e procurado a minha boca para me beijar. Não me fiz rogado e beijei-lhe aquele boca sequiosa de beijos, enquanto senti uma das suas mãos a deslizar pelo meu peito até parar nas minhas pernas, enquanto me dizia suavemente para continuar a mexer-lhe nos seus seios, que entretanto e por artes mágicas já haviam saltado da sua camisa de dormir, deixando ver dois seios redondinhos com os mamilos bem espetados.
Não resisti e enquanto sentia as sua mão a desapertar o fecho das minhas calças, meti um dos seus seios na minha boca, sugando o seu mamilo que parecia não parar de crescer, enquanto as Suzana tirava o meu membro, que entretanto já se encontrava bem erecto, para fora das calças e o introduzido-o na sua boca, começou a chupá-lo, eu entretanto comecei a explorar a sua parte de baixo, onde havia uma cuequinha minúscula, que desviei para o lado, introduzindo um dos meus dedos na sua vagina que se encontrava já bem molhadinha, ela sentindo a minha exploração, parou de chupar o meu membro e recostou-se no sofá, começando a gemer e a pedir-me que não parasse.
Embriagado pelo prazer que ela me tinha proporcionado e vendo que já não havia forma de parar-mos, perguntei-lhe se estávamos sós, ao que ela disse que sim, começando a despir-me, enquanto me beijava de alto a baixo, pelo que aproveitei para lhe retirar a pouca roupa que ela tinha vestido. Quando ficamos completamente nus, a Suzana empurrou-me para cima do sofá, ao mesmo tempo que me dizia que eu era dela e que me ia fazer gozar como nunca me haviam feito.
De novo introduziu o meu membro, na sua boca gulosa, iniciando um movimento de vaivém, que me fazia cada vez mais gozar de prazer, explorando cada centímetro com a sua língua, que achei bem experiente, até que sentido, através dos meus gemidos, que me encontrava cada vez mais próximo de atingir o orgasmo, enfiou no meu membro um preservativo, que nem vi de onde veio, deu-lhe mais umas lambidelas e sentou-se em cima dele, virada de costa para mim, começando uma frenética cavalgada, enquanto as minhas mãos lhe afagavam os seus seios e deslizavam até ao seu ventre, começando a afagar também a sua vagina.
De repente, ela saiu de cima de mim e inclinando-se no sofá, pediu-me que a penetrasse no seu rabo, pois à muito que não fazia nada daquilo. Não me fiz rogado e aproveitando aquela lubrificação, enfiei-lhe o meu bem erecto membro no seu rabo, fazendo-a gritar de prazer e alguma dor, enquanto a masturbava com os meus dedos.
Vendo que não aguentava mais, disse-lhe que estava quase a atingir o orgasmo, então ela pediu para parar, e enquanto eu estava de pé, ela sentou-se no sofá e após tirar-me o preservativo, meteu novamente o meu membro na sua boca, começando a chupá-lo, pedindo-me que eu tivesse o orgasmo na sua boca, enquanto ela se masturbava até também atingir o seu.
Satisfeitos, caímos os dois para cima do sofá e olhando um para o outro começamos a rir. Sempre com um sorriso maroto no seu olhar, convidou-me para tomar banho, a que eu não resisti e, ainda o banho não tinha acabado, já cada um de nós tinha alcançado novo orgasmo.
Mesmo a tempo, pois quando chegámos à sala, já vestidos, ouvimos bater á porta, era o meu colega, que estranhando a minha demora tinha vindo verificar se tudo estava bem . Eu, com ar de “santinho” disse-lhe:
- Serviço cumprido, vamos embora.


#672 Comentários - 29-01-2009 - 12:14 AM por jose augusto - Diversos - Confirmo, É EXCITANTE (19) - Nota negativa! (0)
Adicionar aos Favoritos
Enviar a um Amigo
Este conto já foi visto antes

Contamos com a sua decisão. Você leu a totalidade deste conto? Gostou? Não?

Agradecemos que faça a sua votação. Clique num dos links em cima.
Clique em "Confirmo, É EXCITANTE" se gostou do conto ou clique em "Nota negativa" se não gostou. por favor faça-o em consciência. Obrigado pela sua participação.

Comentários dos usuários:

Nota: O site Contos Eróticos (contoseroticos.mundopt.com) não se identifica com os comentários aqui publicados. Os comentários são da inteira responsabilidade dos seus autores e podem ser removidos sem aviso prévio. Se você encontrar aqui algum comentário que considere que ultrapassou todos os limites, por favor clique no link "Relatar" para o reportar à administração. Obrigado.
e ai gata c vc estiver com vontade d ouvir um conto erotico thiago.prazer@hotmail.com#1 - 13-06-2009 - 04:47 AM por thiago - reportar abuso

Coloque aqui o Seu Comentário sobre este conto:

Seu Nome:

Comentário:

Código anti-spam:      (reescreva o código à esquerda)