neo concepts
Contos Eróticos da vida real
atreva-se a publicar o seu e surpreenda-se com o feedback (agora 100% abertos)
  

Conhece um conto erótico digno de ser partilhado?


O Seu Nome* : O Seu Email* :   * Deseja Receber Notificação? :
* O SEU EMAIL NUNCA será divulgado ao público. Serve apenas para você receber as notificações do seu conto.

Obrigatório: Qual o título deste conto:  

Palavra Chave/TAG 1:    escreva 4 palavras/tags que definam o seu conto,
Palavra Chave/TAG 2:    o seu conto ficará associado a estas palavras chave.
Palavra Chave/TAG 3:   
Palavra Chave/TAG 4:   

Associar uma Imagem:    Opcional. Pode associar uma imagem ou foto ao seu conto. Imagens de Sexo explícito são proibidas.
Categoria Temática:

Descreva pormenorizadamente o seu conto erótico.
Anti-spam* (ESCREVA APENAS OS 3 SÍMBOLOS A PRETO):      captcha image   




tetrico e sinistro




Redirecting Mais Vídeos Gratuitos? Veja aqui:

Este conto foi lido 644 vezes.
Depois de ler este conto, porque não uma visitinha a estes desabafos Sexys:

Confissão: Não comi, mas mesmo assim me senti culpado
Um casal de amigos meu se separou, e o motivo foi traição. E o pior eu vi tudo acontecer e não fiz n...

Publicado em 23 June 2017 | 4:46 am
Confissão: Isis
Olá. Sou marido da Isis. A uns 10 meses atras postamos algumas fotos aqui. E tirando alguns contrate...

Publicado em 23 June 2017 | 4:34 am


E agora... O conto de gaginsex :

Marcio e Marli estavam casados a doze anos, numa união sincera e fiel por parte de ambos . mas a frustaçao de não terem gerado filhos , começava a preocupar a estabilidade de tal união. e não mediam esforços buscando de todas as maneiras uma solução para este problema. Percorrendo clinicas e conceituados especialistas .chegando aos trinta e tres anos Marli já corria contra o tempo. Assim chegaram ate o velho pai geremias um negro tizo de cabelos brancos que comandava uma seita na periferia da grande cidade. O casal expôs toda a angustia de não terem seu bebe . velho de cócoras ante um altar com imagens demoníacas ate mesmo obcenas a tudo escutava em silencio. Levantou-se virou de costas para ambos e numa língua estranha dialogou com as imagens que adornavam seu altar . ao voltar-se para o casal tinha uma expressão estranha seus olhos estavam avermelhados aquela meiguice de um idoso se transformara e sua fala soou rouca e vulgar VOCES VAO TER UM CASAL DE GEMEOS ESTA ESCRITO .UMA ENTIDADE ACEITOU MEU PEDIDO MAS VOCES VAO TER QUE DAR ALGO EM TROCA SE BARGANHAREM SABADO AS SEMENTES JÁ ESTARAO GERMINANDO NO SEU CORPO MULHER. Sem titubear o casal se abraçou numa felicidade sem igual e com lagrimas nos olhos o casal firmou aquele pacto . sem perceberem que na estranha língua o velho balbuciou . ESTA VAI SER A RUINA DE VOCES.
a euforia tomou conta do casal e Marcio e Marli detalharam junto ao velho geremias todos os procedimentos que teriam que cumprir anciosos pela chegada da sexta feira para entregarem a oferenda e comprirem o pacto firmado.

A sexta feira chegou com um sol radioso Marcio radiante contemplava sua bela esposa dormindo meiga e doce e o canto dos pássaros saudando o amanhecer. O despertar a tarde caindo e anciosos esperando o anoitecer por volta de dez horas já estavam juntos ao velho geremias como fora ordenado Marli vestia um vestido vermelho colado ao corpo mostrando sua bela forma, Marcio estava todo de branco bem como o velho

















Geremias . quando começaram a caminhar pela rua que formava um T ao cruzar com a outra no muro do cemitério para os menos avisados seria hilário ver aquele trio caminhando com o velho trazendo um bode preto arrastado por uma corda , derepente a lua se ocultou um vento gélido uivava medonhamente uma escuridão irreal relâmpagos chispando os céus um misto de medo um apavoro total tomou conta do casal e a voz do velho encorajando e lhes dando confiança . MAO QUEBREM A CORRENTE ACONTEÇA OQUE ACONTECER NÃO QUEBREM A CORRENTE VOCES TEM QUE IR ATE O FIM . a cem metros do final da rua param uma chuva forte caia faltava dois minutos para entrar nas horas mortas .o velho entregou o bode para marli e disse agora e com você ela então seguiu sozinha ate onde as ruas se cruzavam .nao se ouvia mas as doze badaladas da meia noite , os ponteiros se cruzavam com certeza . Marcio sentiu mais que viu um vulto medonho se dirigir ate onde estava Marli a chuva embaçava a visão um ou outro relâmpago mostrava nitidamente Marli estava nua deitada sobre o bode e um ser estranho meio homem meio bode copulava ferozmente com ela dando estocadas profundas que arracavam gemidos luxuriosos dos lábios dela que cruzava as pernas sobre o dorso daquela besta que metia castigando sua buceta . derrepente Marli levitava presa ao enorme falo daquela hedionda criatura que rasgava a jugular do bode sua oferenda derrando o sangue quente do animal sobre Marli que tinha os mais insanos orgasmos da sua vida . um clarão brotou no céu uma tímida lua surgiu após o temporal Marli jazia nua deitada sobre o bode morto o velho gerimia se afastou mas antes ordenou ao marido
VAI LA METE NELA GERMINA O UTERO DELA COM SUA SEMENTE
Virou as costas e caminhou com um sorriso no rosto naquela língua estranha murmurou
O INFERNO DE VOCES COMEÇA AGORA.................. continua



#10072 Comentários - 04-06-2017 - 05:13 AM por gaginsex - Fetiches - Confirmo, É EXCITANTE (6) - Nota negativa! (1)
Adicionar aos Favoritos
Enviar a um Amigo
Este conto já foi visto antes

Contamos com a sua decisão. Você leu a totalidade deste conto? Gostou? Não?

Agradecemos que faça a sua votação. Clique num dos links em cima.
Clique em "Confirmo, É EXCITANTE" se gostou do conto ou clique em "Nota negativa" se não gostou. por favor faça-o em consciência. Obrigado pela sua participação.

Comentários dos usuários:

Nota: O site Contos Eróticos (contoseroticos.mundopt.com) não se identifica com os comentários aqui publicados. Os comentários são da inteira responsabilidade dos seus autores e podem ser removidos sem aviso prévio. Se você encontrar aqui algum comentário que considere que ultrapassou todos os limites, por favor clique no link "Relatar" para o reportar à administração. Obrigado.