neo concepts
Contos Eróticos da vida real
atreva-se a publicar o seu e surpreenda-se com o feedback (agora 100% abertos)
  

Conhece um conto erótico digno de ser partilhado?


O Seu Nome* : O Seu Email* :   * Deseja Receber Notificação? :
* O SEU EMAIL NUNCA será divulgado ao público. Serve apenas para você receber as notificações do seu conto.

Obrigatório: Qual o título deste conto:  

Palavra Chave/TAG 1:    escreva 4 palavras/tags que definam o seu conto,
Palavra Chave/TAG 2:    o seu conto ficará associado a estas palavras chave.
Palavra Chave/TAG 3:   
Palavra Chave/TAG 4:   

Associar uma Imagem:    Opcional. Pode associar uma imagem ou foto ao seu conto. Imagens de Sexo explícito são proibidas.
Categoria Temática:

Descreva pormenorizadamente o seu conto erótico.
Anti-spam* (ESCREVA APENAS OS 3 SÍMBOLOS A PRETO):      captcha image   



Troca de casais entre cunhados




Último post na Rede Social para adultos
"Par Compatível 18+". Faça a sua conta. É Grátis:

madalena publicou o seguinte:

Sou muito safada, adoro sexo e adorei esta rede social. Fazia falta um local assim. Adoro chupar um pau grosso e quente.

cavaleiro gostava de te conhecer sua safada, também adoro sexo e gosto de mulheres que me chupem o pau adoro dar o meu leitinho quentinho, ...

Este conto foi lido 4739 vezes.
Depois de ler este conto, porque não uma visitinha a estes desabafos Sexys:

Confissão: meu marido tem nojinho II
Eu confesso que fiquei o dia todo com muita vontade de dar o cuzinho para meu marido, passei o dia t...

Publicado em 24 April 2014 | 5:31 am
Confissão: eu aposto qualquer coisa que...
Eu confesso que eu aposto qualquer coisa que antes dessa semana terminar a tal da Maria vai postar u...

Publicado em 24 April 2014 | 3:25 am


E agora... O conto de Marcos :

Meu nome é Marcos, e esta é a segunda vez que escrevo neste site, para dizer a verdade é o único no qual escrevo, a um ano atrás escrevi o conto: Comprei um vibrador para minha esposa, e confesso que depois que fiz isto, minha vida sexual com minha mulher mudou muito, pois ela se tornou muito mais liberal, e sexo anal lá em casa rola direto. Porem como disse no conto anterior, sempre assistimos filmes em que rola DP, e fantasiamos isto como o brinquedinho, mas sempre só fantasiei minha mulher dando para outro, pois não sabia se agüentaria ver ela dando para outro, então vou contar o que aconteceu:
Uns 3 meses depois da compra do vibrador, não sei como começou a conversa, mas minha mulher e a irmã dela entraram num dialogo, onde a minha cunhada perguntou se ela já tinha me dado o cuzinho, pois segundo ela, meu concunhado sempre pede, mas ela não dava, pois tinha medo de doer. Então minha esposa contou pra ela sobre o vibrador (o que segundo minha esposa causou um pouco de espanto no começo), mas depois ela explicou como o bichinho ajudou na nossa relação e que depois que acostuma, o negócio é bom. Enfim, minha esposa emprestou o seu vibrador pra minha cunhada. Razão inclusive pela qual eu soube da conversa das duas, pois não vi mais o bichinho.
Fiquei meio apreensivo sobre como meu concunhado iria se portar quanto ao assunto, e o que pensaria de mim, mas enfim, isso era coisa pra minha cunhada se ajeitar. Alguns meses depois fomos a casa do casal, que mora longe da nossa, perto da praia, passamos o final de semana, e como era esperado, meu concunhado veio me tirar um sarro. Mas apesar das piadinha iniciais, perguntei se tinha ajudado ele a comer um cuzinho, e ele disse que sim, e até acabou me agradecendo, contei para ele a minha primeira experiência e ele me contou como foi a sua surpresa, mas isto é história para ele contar, o que posso dizer é que nosso bichinho foi devolvido, pois já havia sido substituído por outro.
Quando voltamos para casa, minha esposa contou que também tinha conversado com minha cunhada a respeito, e que ela disse que tinha ajudado na relação, mas que ela continuava dando o cuzinho só de vez em quando, embora meu concunhado sempre pedisse. Bom, fomos matar a saudade do nosso brinquedinho, e comentei que ele já estivera na buceta e no cuzinho da sua irmã, ou seja ele era mais sortudo do que eu. Esse comentário foi meio ruim, pois minha esposa exclamou na hora: Então você tem vontade de comer minha irmã.
Tentei explicar, mas acabei confessando que não era má idéia, mas encerramos o assunto por ali.
A questão é que pouco tempo depois tinha um feriado de quinze de novembro, e marcamos de ir novamente para a casa dos meus cunhados, para ficar 3 dias. O que era muito bom, pois poderíamos ir até a praia e descansar um pouco e curtir com as crianças.
No primeiro dia ocorreu tudo normal, fomos a praia, durante o dia conversas triviais, enfim tudo normal. Até que de noite, minha esposa me disse que tinha conversado novamente com sua irmã, a respeito do bichinho, e acabou comentando o que eu disse da ultima vez que estivemos lá, sobre a sorte do vibrador de ter fodido minha mulher e minha cunhada, e ela disse que meu concunhado fez comentário parecido, e acabou relatando que eles também fantasiavam uma relação com mais de uma pessoa na cama. Senti ali uma possibilidade de uma troca de casais. E aquele receio que eu tinha de ver minha mulher fodendo com outro, ficou um pouco mais amena, já que o outro cara era meu concunhado, um cara com o qual me dou muito bem. Enfim, naquela noite não deu pra rolar nada, pois estávamos dormindo com as crianças no quarto, e fui dormir de pau duro.
No outro dia, foi impossível conversar com minha cunhada sem que a imagem de eu fodendo ela saísse da minha cabeça, e também acontecia com meu concunhado, acabava imaginando ele fodendo com minha mulher. Mas enfim, lá se foi a manhã, e enquanto tomávamos uma cerveja com meu concunhado, as mulheres preparavam o almoço, e conversavam muito, e riam também, o que me intrigou e ao meu concunhado também, mas não comentamos nada a respeito um com o outro, na verdade estávamos meio estranhos um com o outro.
Depois do almoço minha mulher me chamou para darmos uma volta, junto com as crianças, logo chegamos a uma praça que tinha parquinho, e as crianças foram brincar com meus sobrinhos que estavam juntos, pois esqueci de comentar, o casal também tem dois filhos. Enquanto eles brincavam, minha esposa me disse que queria me fazer uma pergunta, e que eu deveria ser muito sincero, o que eu disse que seria. Então ela me perguntou se eu tinha tesão de comer minha cunhada? Na hora fiquei meio indeciso na resposta, mas disse que sim, que era uma coisa que passava pela minha cabeça. Então ela me relatou que sua irmã lhe havia confidenciado que seu marido também já havia insinuado alguma coisa a seu respeito, e que elas conversaram a respeito na hora do almoço, chegaram a imaginar as situações (o que explica as risadas durante a confecção do almoço), então perguntei a ela o que ela achava disso tudo, e ela disse que se eu topasse, ela e a irmã dela tinham um plano, o qual pedi que me explicasse primeiramente, o que ela fez prontamente e era o seguinte:
A noite, colocaríamos as crianças todas para dormir em um único quarto, e os casais ficariam no quarto do casal, onde colocaríamos um colchão de casal no chão, para que eu e minha esposa dormíssemos, com a desculpa de que iriamos ficar assistindo até tarde o UFC, mas depois que percebêssemos que as crianças dormiram, minha esposa iria me provocar, e minha cunhada também iria provocar seu marido, e veriamos no que iria dar. Enfim, acabei concordando, pois já estava excitado com a situação.
A noite, fizemos conforme o combinado, colocamos as crianças no outro quarto e esperamos as coisas se acalmarem. Eu não sabia direito se meu cunhado estava ciente do que estava para acontecer, pois não tive coragem de perguntar se sua mulher tinha tido a mesma conversa que a minha, estávamos todos fazendo de conta que não sabiamos de nada. Depois que tudo se acalmou, começamos a ver as lutas do UFC com meu cunhado, e logo minha cunhada veio e deitou na cama com meu cunhado, usando um daqueles shorts de dormir, minha mulher foi tomar banho, pois era a única que ainda não tinha o feito, e logo veio para o quarto, apenas de calcinha e uma camiseta grande, o que já me deixou de pau duro, e vi que meu cunhado deu uma bela olhada quando ela foi se deitar. Continuamos assistindo e fazendo comentários sobre as lutas, até que minha mulher colocou a mão dentro do meu shorts. Meu pau latejava de tesão, mas ainda esta apreensivo com meu concunhado, mas logo vi que minha cunhada fez o mesmo com ele, só que como eles estavam na cama, não dava para ver se ele já estava de pau duro ou não, já que ele estava do outro lado. Mas minha mulher continuou e logo tirou meu pau pra fora e caiu de boca, numa chupeta alucinante, e logo vi que minha cunhada também fazia o mesmo, afinal elas tinham combinado direitinho. Foi quando minha cunhada se levantou para ficar de frente para ele, entre a pernas e chupá-lo de frente, então vi o porque que minha cunhada tinha medo de dar o cuzinho, o cara tem um pau de dar inveja, fiquei até meio tímido, mas segundo dizem não é o tamanho que faz a diferença. Então vi que meu cunhado também olhava para minha esposa, que agora já tirava a camiseta, ficando somente de calcinha, então era minha vez, a deitei, tirei sua calcinha e cai de boca, ela estava toda melada, que delicia.
Meu cunhado para não ficar por baixo, começou a tirar a roupa da esposa, e que bundão ela tem, um rego maravilhoso, fiquei só imaginando o seu cuzinho. Demos boas chupadas nelas, mas foi meu cunhado que pegou sua esposa primeiro e colocou de quatro e começou a socar, e o engraçado disso tudo, é que ninguém falava uma palavra, era apenas olhares, eu e minha esposa olhando eles, e eles olhando nós, e tudo o que um fazia, o outro fazia também, mas a cama começou a fazer barulho, e foi quando eu quebrei o gelo e sugeri que os dois também viessem para o colchão do chão, o que não foi feito logo de cara, mas que acabou acontecendo, pois a cama realmente estava fazendo barulho. Então meu cunhado veio e se deitou ao meu lado e nossas respectivas mulheres vieram nos cavalgar, e pareciam muito excitadas, então como eu já tinha quebrado o gelo mesmo, perguntei se ele estava gostando, e ele respondeu que sim, elas só se olhavam e sorriam. Então decidi novamente quebrar o gelo e perguntei se ele queria trocar, ele primeiro olhou para a esposa, que fez um gesto com a cabeça de que é você quem sabe. Então nos levantamos e foi ai que a situação ficou meio estranha, pois não sabíamos como começar a pegar um a mulher do outro, então tomei a iniciativa e puxei minha cunhada pelo pescoço e lasquei um beijão nela de olho fechado, enquanto passava a mão pelo seu corpo, até chegar a sua boceta, que estava encharcada, enquanto isso percebia que minha mulher e meu cunhado também já começavam a se pegar, quando abri os olhos, vi que minha mulher já abocanhava o pau dele, e chupava como um animal com fome, acho que ela nunca tinha visto uma piroca daquelas, então desci e comecei a chupar minha cunhada, que não demorou e estava prestes a gozar, então coloquei ela de quatro e fui comer aquela buceta gostosa, foi quando meu cunhado se pronunciou, e disse, vamos fazer um trato: O cuzinho é só meu. Fazer o que, tive que aceitar. E fiz minha cunhada gozar gostoso. Mas eu ainda não tinha gozado, então pedi para que ela fizesse uma chupeta, a qual ela atendeu prontamente, e que boca mais gostosa.
Minha mulher então foi cavalgar no meu cunhado, pois era sua vez de meter na minha mulher, e por incrível que pareça, eu não me senti mal em ver a cena, pelo contrário, quando vi minha mulher em cima do meu cunhado, me levantei, deixando a chupeta que minha cunhada fazia, e me posicionei atrás da minha mulher, e ela logo entendeu que eu queria fazer uma DP com ela, então consentiu com a cabeça, e eu fui colocando devagarinho no cuzinho dela, até que comecei a fode-la com vontade, eu acho que ela queria era gritar de prazer, mas tinha as crianças no quarto do lado, então ela teve que agüentar tudo em silêncio, mas o prazer estava estampado em seu rosto. Logo gozei dentro do seu cuzinho, e ela também já tinha gozado muito no pau do meu cunhado, então ele falou que agora era sua vez. Se levantou e pediu pra minha cunhada ficar de quatro, e pode acreditar, deu dó do cuzinho da coitada, mas se a irmã tinha acabado de dar o cuzinho, ela não podia deixar de dar, e meu cunhado judiou da coitada, enquanto eu e minha mulher assistíamos os dois.
Bom, esta foi a primeira foda da noite, depois de nos refazermos, sugeri um banho de casais trocados, e lá no banheiro, acabei comento o cuzinho da minha cunhada debaixo do chuveiro, e acredito que meu concunhado também tenha comido o da minha mulher.
Pena que no outro dia viemos em borá, mas o engraçado é que parecida que nada tinha acontecido, pois durante nossas conversas, não falamos sobre o acontecido. Somente quase na hora de vir embora, que meu cunhado disse, que na próxima vez será em minha casa.
Enfim, foi assim que fiz minha primeira e única até agora, troca de casais.
E cada vez mais eu me pergunto. Porque eu não comprei essa porra de vibrador antes...



#7886 Comentários - 21-01-2014 - 02:34 PM por Marcos - Orgias - Confirmo, É EXCITANTE (26) - Nota negativa! (1)
Adicionar aos Favoritos
Enviar a um Amigo
Este conto já foi visto antes

Contamos com a sua decisão. Você leu a totalidade deste conto? Gostou? Não?

Agradecemos que faça a sua votação. Clique num dos links em cima.
Clique em "Confirmo, É EXCITANTE" se gostou do conto ou clique em "Nota negativa" se não gostou. por favor faça-o em consciência. Obrigado pela sua participação.

Comentários dos usuários:

Nota: O site Contos Eróticos (contoseroticos.mundopt.com) não se identifica com os comentários aqui publicados. Os comentários são da inteira responsabilidade dos seus autores e podem ser removidos sem aviso prévio. Se você encontrar aqui algum comentário que considere que ultrapassou todos os limites, por favor clique no link "Relatar" para o reportar à administração. Obrigado.